Terça-Feira, 07 de Abril de 2020 - 15:22 (Cidades)

L
LIVRE

VILHENA PREPARADA: MAIS DE 30 LEITOS ESTÃO PRONTOS PARA RECEBER POSSÍVEIS PACIENTES GRAVES DE COVID-19 EM VILHENA

Instalação emergencial foi alterada para o prédio novo da UTI Neonatal, para aproveitar estrutura de oxigênio do HRV


Imprimir página

O secretário municipal de Saúde, Afonso Emerick, e o diretor geral do Hospital Regional de Vilhena, Faiçal Akkari, apresentaram na manhã desta segunda-feira, 6, os 39 leitos emergenciais que estão já disponíveis no prédio da nova UTI Neonatal para o recebimento de possíveis pacientes com sintomas graves de covid-19. Há ainda outros leitos de retaguarda no CEV (Centro de Especialidades Vilhenense) que poderão ser utilizados, se necessário.

"Estamos nos prevenindo e fazendo com que o sistema de saúde local esteja fortalecido para receber os casos graves da covid-19, caso surjam. Por isso, agilizamos a abertura desse novo espaço, que já está em uso. Nesta segunda-feira mesmo foram feitas 4 internações, sendo uma em estado grave. É um problema real, que está acontecendo aqui, em nossa cidade. Por isso, pedimos a todos que se protejam, levem a sério essa doença", conta o secretário, Afonso.

A Secretaria Municipal de Saúde explica que 15% dos pacientes contaminados com o novo coronavírus precisam de internação (número bem maior que os 3% da dengue, por exemplo). Por isso, o sistema de saúde acaba ficando sobrecarregado quando muitos casos surgem ao mesmo tempo e aqueles que poderiam ser salvos, podem morrer por falta de leitos. Assim, como precaução, a Prefeitura de Vilhena está ampliando sua capacidade para reduzir o impacto da pandemia no SUS.

De acordo com o diretor do Hospital Regional de Vilhena (HRV), Faiçal Akkari, poderão ser instaladas até 13 novos leitos de UTI no prédio e 26 leitos de internação, todos em isolamento. "Nove leitos de UTI são nossos, da Prefeitura, e estão prontos para funcionar. Outros quatro serão equipados pela Unimed local. Por sua vez, os 26 leitos de internação também podem ser ativados assim que necessário aqui no prédio da Neonatal, que tem a localização ideal por ser separada do HRV e, ao mesmo tempo, perto da nossa usina de oxigênio, que poderá ser muito útil para garantir a capacidade respiratória dos pacientes", explica Faiçal.

Vilhena tem atualmente 1 caso confirmado de covid-19, 7 suspeitos, 5 internados (sendo um em estado grave) e 15 casos descartados. O Boletim do Governo do Estado publicado na noite desta segunda-feira revelou que Rondônia tem 18 casos confirmados, 692 descartados e 18 aguardando resultados. O Estado continua tendo registrado, até o momento, somente uma morte por covid-19, em Porto Velho, nenhuma internação de pessoa com covid-19 e 8 pacientes curados.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias