Segunda-Feira, 05 de Agosto de 2019 - 20:41 (Turismo)

L
LIVRE

VIAJAR OU NÃO COM AGÊNCIA?

A escolha entre um modo de viagem e o outro dependerá principalmente do perfil do turista.


Imprimir página

Com os inúmeros recursos online disponíveis para compra de passagens aéreas, reserva de hospedagens e programação de passeios, atualmente, planejar uma viagem por conta própria não é uma tarefa tão difícil. Por outro lado, contratar uma agência de turismo ainda é uma opção para quem quer se isentar do trabalho e do desafio de tomar decisões com antecedência.

Listamos os prós da compra de pacotes via agências e os cuidados necessários que devem ser tomados neste caso. Em seguida, apresentamos  as principais vantagens e dicas para quem não abre mão de sua liberdade e autonomia na hora de viajar. A escolha entre um modo de viagem e o outro dependerá principalmente do perfil do turista.

Menos trabalho

O turista que quer tudo pronto, passagem comprada, hospedagem reservada, translado do aeroporto para o hotel, transporte para os principais atrativos e horários pré-definidos para curtir o que a cidade oferece, normalmente prefere contratar uma agência. Eis a primeira vantagem dessa opção: não é preciso se preocupar com a organização da viagem. O turista escolhe o destino e o agente apresenta algumas alternativas de voos, datas, hotéis e passeios, sem que o cliente se preocupe. Basta decidir entre as opções ou negociar pequenas alterações. Tudo está incluído nos pacotes.

Destinos complexos sem preocupação

Viagens a destinos com diferenças culturais e religiosas, língua estrangeira desconhecida e costumes específicos, costumam ser bem planejadas por agências, que contam com expertise em relação a possíveis imprevistos, principalmente no deslocamento que pode ser limitado em certos países. Além disso, viajar por conta própria pode ser um grande desafio para quem tem dificuldade de controlar horários de ônibus, voos ou outros modais que levam aos locais que se deseja conhecer.

Possibilidade de descontos

Algumas vezes, as passagens aéreas e hospedagens podem sair mais baratas, uma vez  que as companhias aéreas e hotéis mantêm parcerias com as agências para descontos especiais em pacotes. Isso ocorre principalmente em voos fretados para destinos que costumam ter preços mais altos, como Cancún, praias do Nordeste e resorts. Porém, o oposto também pode ocorrer e a viagem por meio de agência sair mais cara.O melhor é colocar tudo na ponta do lápis.

Cuidados básicos ao contratar

Algumas precauções devem ser tomadas antes de se contratar uma agência. A primeira é buscar por referências, seja com um amigo ou pela internet. A rede está cheia de ferramentas que permitem ver avaliações e os comentários sobre agências de viagens. Também é essencial verificar se a empresa está registrada no Cadastur, um cadastro do Ministério do Turismo que aponta se a agência está regular.

É preciso garantir que tudo o que está sendo oferecido pela agência de fato esteja no contrato: compra das passagens, hospedagem, passeios etc, além de solicitar que todas as confirmações de reservas sejam encaminhadas com antecedência.

Outra medida importantíssima para evitar transtornos é ler o contrato integralmente. Alguns serviços ofertados pelas agências podem ser cobrados à parte e a viagem sair mais cara do que o necessário. Deve-se ter atenção às cláusulas de cancelamento, para garantir que caso haja uma desistência ou quebra de contrato pela empresa, tudo seja resolvido facilmente sem ajuda do Procon. É importante também verificar se o contrato permite troca de destino em situações de emergência comprovadas.

Liberdade

Quem está acostumado à liberdade de optar onde ficar, decidir pelos passeios que mais lhe agradam, escolher suas companhias e não se limitar a uma agenda prévia de atividades, provavelmente não se dará bem com pacotes engessados das agências. Neste caso, quem decide sair um pouquinho do roteiro acaba pagando mais caro do que o planejado. É claro que algumas agências incluem no pacote opções de passeios que podem ser escolhidos no destino, mas ainda assim fica difícil escapar da programação prévia para curtir outras atrações.

Flexibilidade 

A principal vantagem da viagem independente é a flexibilidade nos cronogramas. Com a ajuda da internet e com tempo disponível para analisar relatos a fim de evitar ciladas, é fácil e seguro viabilizar os passeios diretamente com as empresas organizadoras das atrações, sem pagar a mais pela comissão das agências que os revendem.

Possibilidades de desconto

No aspecto financeiro, quem está sempre atento às informações sobre viagens pode se dar muito bem ao viajar por conta própria. Para não perder promoções, a dica é acompanhar as empresas que vendem passagens pelas redes sociais e se inscrever nas newsletters. Vale a pena também pesquisar voos no site da MaxMilhas, que oferece preços mais baixos por meio da combinação inteligente de tarifas.

Outra vantagem de quem opta por autonomia na viagem é a possibilidade de reservar hospedagens alternativas e com preços mais acessíveis, como hostels e airbnbs, que raramente são opções nos pacotes das agências. Mais uma vez a internet é o caminho para avaliar as opções e explorar os relatos de quem já esteve lá. 

Fonte: Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias