Quinta-Feira, 18 de Abril de 2019 - 11:22 (Saude)

L
LIVRE

VACINAÇÃO NACIONAL CONTRA H1N1 INICIA NOS PRESÍDIOS DE RONDÔNIA

A vacinação ocorre durante todo o dia. Os presos do Pandinha e das unidades femininas já foram imunizados.


Imprimir página

A prioridade nesta fase da vacinação nacional contra a gripe influenza é a imunização de gestantes, profissionais da saúde, indígenas, pessoas privadas de liberdade, com câncer, diabetes, hipertensos entre outros que fazem parte dos grupos mais vulneráveis às complicações causadas pela H1N1.

Em Porto Velho, desde o início da semana (15) uma equipe da Gerência de Saúde (Gesau) da Secretaria de Estado de Justiça (Sejus), formada por seis profissionais de saúde, sendo dois da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), está realizando a vacinação nas unidades do complexo penitenciário da capital.  A equipe conta ainda com o apoio de enfermeiros e técnicos de enfermagem de cada unidade.

A vacinação ocorre durante todo o dia. Os presos do Pandinha e das unidades femininas já foram imunizados. A equipe segue um cronograma onde a vacinação acontece de segunda a quarta, para não atrapalhar as visitas. O prazo de encerramento de imunização nas unidades prisionais é até o dia 14 de maio. Na quarta-feira (17) foi iniciada a vacinação dos apenados da Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho (470).

A gerente da Gesau, Miriam Muniz da Rocha, disse que durante a vacinação os servidores das áreas operacional e administrativa, que trabalham nos presídios, também recebem a dose da vacina contra a gripe. “O sistema prisional é um ambiente que requer cuidado. O aglomerado de pessoas em um local fechado propicia que elas tenham a imunidade mais baixa e ficam propensas a contrair vírus e bactérias, por isso, nas unidades, todos os agentes de saúde, penitenciários e os servidores administrativos precisam da imunização contra a gripe”, esclareceu.

Miriam Muniz Rocha informou ainda que no dia 30 de abril a vacinação acontece no Palácio Rio Madeira, mas apenas para os servidores que atuam do sistema prisional.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias