Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019 - 14:32 (Cidades)

L
LIVRE

TRÊS MIL FAMÍLIAS VILHENENSES TÊM DESCONTOS NA CONTA DE ENERGIA, SEMAS FAZ CADASTRAMENTO

Prefeitura realiza cadastramento de beneficiários através do CadÚnico na Semas


Imprimir página

Em Vilhena 3 mil famílias ganham descontos de 10% a 65% na conta de energia pelo programa "Tarifa Social", promovido pela Secretaria de Assistência Social (Semas) e realizado pelo Governo Federal. A secretaria explica o que os beneficiários precisam apresentar para receber o desconto, já que estima-se que muitas famílias ainda possam se beneficiar na cidade.

 

"Para ter direito a esse benefício a família precisa ter renda per capita de até meio salário mínimo, ou seja, o resultado de todo o valor recebido por mês pela família dividido pela quantidade de moradores da casa deve ser de até meio salário mínimo. É necessário também que a conta de energia esteja no nome do responsável pela residência e que os membros da família estejam todos cadastrados CadÚnico, aqui na Semas", explica Patrícia da Glória, secretária municipal de Assistência Social.

 

Após realizar ou atualizar o cadastro, o morador receberá a folha resumo, documento que comprova o registro no programa Tarifa Social. Então, o responsável pela residência deve entregar o documento à Energisa para que o desconto seja colocado em prática.

O objetivo do programa é atender famílias com baixo poder aquisitivo que necessitam de auxílio nas despesas básicas e contribuir na melhora da qualidade de vida destes moradores. O benefício só vale para casas de classe residencial..

 

"Esse programa ajuda muitas famílias do nosso município. Esse desconto permite que eles melhorem a qualidade de vida, usando o dinheiro do desconto para investir mais, por exemplo, na alimentação. É gratificante para a Semas poder promover esse programa que ajuda tanta gente", completa Rafael Reis, secretário-adjunto da Assistência Social.

 

Quanto menor o consumo, maior o desconto: de 0 a 30 kw/h o desconto é de 65%, de 31 a 100 kw/h é de 40% e de 101 a 220 kw/h o desconto fica em 10%.

Fonte: 018 - ASSESSORIA

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias