Segunda-Feira, 09 de Dezembro de 2019 - 10:44 (Polícia)

L
LIVRE

‘TÁ MUITO BARATA, TEM QUE VIR O DOBRO’; DIZ FUNCIONÁRIO DA ENERGISA AO RETIRAR O MEDIDOR DE ENERGIA DA CASA DE VILHENENSE

Conta alta fez cliente registrar a ocorrência


Imprimir página

Após ter o medidor de energia de sua casa retirado sem sua autorização e também ter recebido uma fatura extra da Energisa, um vilhenense de 40 anos procurou a Unisp (Unidade Integrada de Segurança Pública), na tarde da sexta-feira, 06, e registrou o caso como crime contra o consumidor.

De acordo com o denunciante, funcionários da empresa de energia foram até sua casa no dia 26 de agosto e retiraram o medidor de energia, justificando que ele estava com defeito.

Questionados por uma mulher que presenciou a situação, os funcionários da Energisa disseram para a moça que a energia da casa estava muito barata, e teria que vir o dobro e retirou registro mesmo sem autorização dos moradores da casa.

Passaram-se 3 meses e, no dia 22 de novembro, o dono do imóvel recebeu uma notificação sobre o processo com a companhia elétrica e uma conta no valor de R$ 1.535,77, referente ao faturamento que estava errado.

Diante disse, registrou a ocorrência para providências posteriores.

Fonte: 015 - folha do Sul Online

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias