Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019 - 11:06 (Saude)

L
LIVRE

SEMUSA INTENSIFICA VACINAÇÃO DE CAMPANHA DO SARAMPO NESTE SÁBADO

Embora Porto Velho tenha atingido a meta de vacinação em 2018, a gestão Hildon Chaves está reforçando a proteção contra a doença que já registrou surtos em 16 estados.


Imprimir página

Porto Velho, RO - O Dia de Mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo - O Dia D - será lançado em Porto Velho neste sábado (19) com uma solenidade às 9h na unidade de saúde Osvaldo Piana, localizada na avenida Campos Sales, no bairro Areal na zona sul.

Embora Porto Velho tenha atingido a meta de vacinação em 2018, a gestão Hildon Chaves está reforçando a proteção contra a doença que já registrou surtos em 16 estados.

São Paulo enfrenta a situação mais grave com pouco mais de 8 mil casos e quatro óbitos, entre os quais, duas crianças menores de um ano.

Segundo a secretária de saúde do Município, Eliana Pasini, a capital de Rondônia não registrou nenhum caso de sarampo neste ano, mas a Semusa está intensificando a vacinação devido a baixa procura. "Todas as unidades de saúde da zona urbana e rural irão funcionar neste sábado das 8 às 17h", destacou.

Essa fase é para crianças

A meta da Semusa é imunizar 35 mil crianças de seis meses a menor de cinco anos com atualização de cartão.

De acordo com Elizeth Gomes, gerente de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, a campanha foi divida em duas etapas. Nesta primeira fase que ocorre até o dia 25 deste mês, serão vacinadas crianças de seis meses a menores de cinco anos, enquanto que, na segunda, que vai do dia 18 a 30 de novembro, será imunizado o público na faixa etária dos 20 aos 29 anos.

"A vacina contra o sarampo não faz parte do calendário vacinal das crianças de seis a onze meses, porém a imunização desse público é uma estratégia para intensificar a proteção, tendo em vista que é um grupo bastante vulnerável", esclareceu Elizeth, ressaltando que a vacina entra no calendário vacinal a partir de um ano. Depois do Dia D a vacinação continua como rotina nos postos de saúde.

Fonte: 015 - Comdecom

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias