Terça-Feira, 18 de Fevereiro de 2020 - 17:04 (Cidades)

L
LIVRE

SECRETÁRIA DE SAÚDE ESCLARECE DENÚNCIA DE SUPOSTO DESCARTE DE MEDICAMENTOS EM CASTANHEIRAS

De acordo com o Prefeito Alcides, foi instaurado um processo administrativo de sindicância para apurar os fatos narrados após haver o recebimento de denúncias anônimas feitas a vereadores do município de Castanheiras, referentes ao descarte irregular ou ilegal de medicamentos supostamente vencidos.


Imprimir página

Em Castanheiras (RO), nesta manhã de terça-feira, dia 18, o Prefeito, Alcides Zacarias, em coletiva de imprensa esclareceu ter plena confiança no trabalho realizado quanto ao manejo de medicamentos na Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com o Prefeito Alcides, foi instaurado um processo administrativo de sindicância para apurar os fatos narrados após haver o recebimento de denúncias anônimas feitas a vereadores do município de Castanheiras, referentes ao descarte irregular ou ilegal de medicamentos supostamente vencidos.

"Posso garantir para a população Castanheirense que será realizado uma rigorosa apuração dos fatos, pois nosso objetivo é investigar e apurar as informações  sobre os fatos apresentados em tais denuncias  e posteriormente serão tomadas as devidas providencias cabíveis, no que diz respeito aos responsáveis por tais atos ilegais", ressalta o Prefeito, Alcides Zacarias.

"O que é importante esclarecer que este fato é considerado isolado, visto que existe uma empresa especializada em coleta do lixo hospitalar, não autorizando nenhum tipo de descarte irregular, sobretudo de medicamentos ou material médico hospitalar", explica a Secretária de Saúde, Quezia dos Anjos.

Quezia ainda destaca que; a prefeitura de Castanheiras, através da secretária de saúde, zela pelo bem-estar da população e de forma alguma iria cometer tal ato para prejudicar a população e o meio ambiente.

Por fim, para encerrar qualquer tipo de insinuação maldosa ou caluniosa sobre a denúncia, a Secretaria de Saúde está à disposição do poder público e população em geral para esclarecimentos dos fatos e, possível responsabilização administrativa e criminal.

Fonte: 010 - assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias