Sexta-Feira, 07 de Dezembro de 2018 - 10:19 (Saude)

L
LIVRE

SAÚDE - SEMUSA ALCANÇA RESULTADOS POSITIVOS NA IMUNIZAÇÃO DE CRIANÇAS

Cobertura vacinal do esquema básico para o primeiro ano de vida teve meta atingida


Imprimir página

É inquestionável o papel que as vacinas têm na proteção a saúde e prevenção de doenças, principalmente no primeiro ano de vida. Em função disso, as autoridades de saúde, em todo o mundo, estabeleceram programas de imunizações e calendários específicos de vacinas, de acordo com a faixa etária infantil. No Brasil, o Ministério da Saúde estabeleceu um amplo programa de imunizações para o primeiro ano de vida, que são pactuadas com os municípios.

Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece 27 tipos de vacinas, através do Plano Nacional de Imunização (PNI). Entre as obrigatoriedades pactuadas para faixa etária de até um ano de idade, a meta de imunização é de 75%, estabelecido pelo Ministério da Saúde.

“Nesta faixa etária, estamos com uma boa cobertura vacinal, protegendo nossas crianças na primeira infância nas vacinas de rotina, já não se pode dizer o mesmo quando se trata de adultos e adolescentes, a cobertura diminui”, explicou Elizeth Gomes, gerente de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa).

Neste ano, a Semusa alcançou a meta das quatro vacinas pactuadas. A vacina pentavalente (influenza B, coqueluche, tétano, hepatite B e difteria), a cobertura vacinal em 2018 atingiu os 75%, o que equivale a 6334 doses aplicadas de janeiro a novembro. A pneumocócica (pneumonia e meningite) foram 6.706 crianças vacinadas, o que equivale a 77,88%, porcentagem acima da meta.

Poliomelite 75% de cobertura que corresponde a 6424 doses, tríplice viral 78,56%, com cerca de 6765 crianças vacinadas. As duas vacinas fizeram parte de uma campanha nacional, que abrangeu uma faixa etária de até 5 anos, o que eleva a cobertura a 95%.

No site semusa.portovelho.ro.gov.br é possível saber a lista de vacinas e o endereço das unidades básicas em que estão disponíveis.

Fonte: 010 - comdecon

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias