Segunda-Feira, 07 de Março de 2016 - 17:49 (Dica de Leitura)

L
LIVRE

SAIBA COMO RESPIRAR MELHOR E CONTROLAR A CONGESTÃO NASAL

Uso do descongestionante nasal de uso sistêmico que associa anti-histamínico pode ajudar a diminuir os sintomas e facilitar a respiração.


Imprimir página

Respirar é uma função importante da fisiologia humana. Com o ato de inspirar e expirar, o organismo absorve o oxigênio e elimina o gás carbônico. Se algum obstáculo dificulta essa passagem de ar que entra pelas vias aéreas superiores, é comum sentir incômodo e desconforto.

Uma ocorrência comum é a congestão nasal, sintoma popularmente conhecido como nariz entupido. “Quando a mucosa nasal entra em contato com fatores alérgenos, irritantes ou infecciosos, os tecidos da cavidade interna do nariz ficam inflamados, e aparecem sintomas como obstrução nasal, prurido e coriza.”, afirma a gerente médica da unidade MIP (medicamento isento de prescrição) do Aché Laboratórios Farmacêuticos, Dra. Talita Poli Biason.

Diferentes mecanismos podem favorecer o desencadeamento da obstrução nasal. Entre as causas mais comuns estão as doenças virais como gripes e resfriados. “Os vírus, por exemplo, causam um processo de inflamação da mucosa nasal. Esses agentes infecciosos estimulam a liberação de substâncias que causam edema diminuindo, assim, o espaço que o ar tem para a passar nas narinas”, descreve.

Esses quadros infecciosos virais que levam à congestão nasal costumam ser passageiros, mas causam desconforto. Se o quadro persistir ou os sintomas forem muito pronunciados é importante procurar orientação médica.   Nesses casos, então, o tratamento é prescrito de acordo com o diagnóstico estabelecido pelo profissional que acompanhará o paciente.

Em alguns casos de gripes e resfriados comuns, para aliviar os sintomas da congestão nasal, pode-se utilizar medicamentos que contenham um descongestionante nasal de uso sistêmico (cloridrato de fenilefrina) associado a um anti-histamínico (maleato de bronfeniramina), como o Decongex plus. O maleato de bronfeniramina atua reduzindo a secreção do nariz, o edema e a congestão do aparelho respiratório. Já o cloridrato de fenilefrina causa a vasoconstrição (contração dos vasos sanguíneos) favorecendo a redução da congestão nasal.

Sobre o Decongex Plus

Decongex Plus é indicado para o alívio sintomático de quadros clínicos relacionados às infecções das vias aéreas superiores e das manifestações alérgicas do sistema respiratório. Resfriado comum, gripes, rinossinusites de origem alérgica ou infecciosa, alergias sazonais, sinusite e rinite, rinorréia, espirros, entre outros sintomas podem ser tratados com o uso do medicamento, que associa descongestionante nasal de uso sistêmico (cloridrato de fenilefrina) com anti-histamínico (maleato de bronfeniramina). Decongex Plus é disponibilizado em solução oral (gotas), xarope e comprimidos.

Sobre o Aché    

O Aché é uma empresa 100% brasileira, com quase 50 anos de atuação no mercado farmacêutico. Conta com três complexos industriais: em Guarulhos (SP), São Paulo (SP) e Anápolis (GO). São mais de quatro mil colaboradores e uma das maiores forças de geração de demanda e de vendas do segmento no Brasil. Para atender às necessidades dos profissionais de saúde e consumidores, o Aché oferece um portfólio diversificado com 303 marcas em 747 apresentações de medicamentos sob prescrição, genéricos e MIP (isentos de prescrição), além de atuar também nos segmentos de dermatologia e nutracêuticos. Ao todo, são 130 classes terapêuticas e mais de 20 especialidades médicas atendidas. Recentemente, com a criação da Bionovis, passou a atuar em biotecnologia. No mercado internacional, exporta para 12 países das Américas, África e Japão. O Aché foi o primeiro colocado do setor Farma e Life Sciences do prêmio Inovação Brasil 2015, realizado pelo Valor Econômico em parceria com a Strategy&. Em 2014, a companhia foi eleita a melhor empresa do setor farmacêutico pela revista Exame, na premiação Melhores & Maiores.

Fonte: Stefane Braga

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias