Sabado, 20 de Julho de 2019 - 14:08 (Geral)

L
LIVRE

REITOR DA UNIR APARECE CRITICANDO QUEM FALA MAL DOS FUMADORES DE MACONHA E DIZ QUE É NORMAL 'ACENDER BASEADO'

Ari Otto vem sendo acusado, por alguns internautas, de fazer supostamente apologia ao uso de drogas dentro da própria instituição da qual é reitor.


Imprimir página

Da redação

As declarações do reitor da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Ari Miguel Ott, sobre o uso de drogas nas universidades do mundo vêm causando polêmica e pipocaram nas redes sociais, sobretudo nesta semana, em perfis no Facebook e WhatsApp. Ari Otto vem sendo acusado, por alguns internautas, de fazer supostamente apologia ao uso de drogas dentro da própria instituição da qual é reitor. Um vídeo de 1m10s vem sendo compartilhado com trechos de uma solenidade da qual o reitor chega até criticar quem cobra boa postura dos universitários.

“Eu tenho 34 anos nesta instituição, nunca vi uma festa de pelados. Se tiver, me chamem. Cada vez que um aluno acende um baseado numa universidade brasileira e no mundo inteiro, estudantes fumam baseado em todas as universidades do mundo, mais cada vez que um estudante acende um baseado levantam-se as vozes do moralismo – ‘Olha aí, fumadores de maconha’! Quanta bobagem, meu Deus. Eu tive um colega no curso de Medicina, há 40 anos,  ele fumou a bíblia da mãe, gente!  Naquele tempo não se vendia ceda, não tinha ceda pra vender, e o papel dele era considerado excelente para enrolar um baseado”, disse ele na mídia.

Em um perfil no Facebook, o vídeo possui mais de 80 mil visualizações, centenas de comentários e muitos deles criticando a postura do reitor da maior universidade gratuita de Rondônia aquecem ainda mais o imbróglio.

“Quanta fraqueza de espírito, por este motivo a educação está no fundo do poço, infelizmente tem pessoas de um cérebro que não tem raciocínio, e a mente fazia. Nem todas as pessoas tem capacidade para dirigir um educandário, o governo deve estar alerto quanto a alguém que dirija um ambiente escolar”, escreveu Nadir Valério.

“Que absurdo! Cada um e responsável pela sua vida e suas escolhas, mas esse professor é um bom exemplo do que não deve ser seguido. Repudio”, comentou Roberta Servello.

“Que absurdo. A pessoa que deveria transmitir e defender valores pregando o uso de drogas”, escreveu Magda Cabral.

“Isso é um reitor de esquerda, lastimável esse posicionamento "liberal" na formação dos jovens”, participou Ney Carlos Andrade.

A redação do News Rondônia tentou contato com a reitoria, mais não conseguimos êxito. Deixamos o espaço em aberto caso o reitor queira comentar caso.

Fonte: NewsRondônia

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias