Sabado, 06 de Julho de 2019 - 10:41 (MINHA HISTÓRIA)

L
LIVRE

PROFESSOR PERDE APOSTA APÓS ALUNO MELHORAR AS NOTAS E VIRALIZA

Ele prometeu que cortaria os cabelos se o estudante com histórico de indisciplina tirasse a nota máxima.


Imprimir página

Um professor de biologia perdeu uma aposta com um aluno e viralizou nas redes sociais. Ele prometeu que cortaria os cabelos se o estudante com histórico de indisciplina tirasse a nota máxima.

William Oliveira, de 13 anos, aluno do 7º ano da Escola Municipal Alexina Lowndes, em Angra dos Reis, no litoral do Rio, conseguiu e o professor Lívio Perissé pagou a aposta.

Depois disso, o garoto William, que sonha em ser cabeleireiro, ganhou uma bolsa de estudos integral para se tornar um profissional da área.

História

Lívio dá aulas para William desde 2018.

O aluno tinha um histórico de indisciplina e já havia apresentado evolução nesse período, mas ainda não estava conseguindo render o que podia.

O professor procurava, então, um meio de incentivá-lo a melhorar o desempenho na escola.

Conversando com William no início deste ano, descobriu que o sonho do rapaz era se tornar cabeleireiro, e que ele inclusive já havia feito um curso na área. Foi daí que veio a ideia da aposta.

“Ele passou por uma transformação de uns tempos para cá. No primeiro bimestre, não conseguiu tirar o A, aí se esforçou mais ainda e conseguiu desta vez”.

A foto

“Na foto estamos rindo, mas, na verdade, a gente estava super nervoso! Foi tudo improvisado, saco de lixo, tesoura cega rangendo, o pessoal colocando pilha. Estávamos os dois com medo. Acabou que ele só tirou as pontas mesmo (risos) — contou o professor.

Lívio ficou surpreso a repercussão: o post chegou a 19 mil compartilhamentos e 56 mil curtidas em apenas dois dias.

O professor percebeu que, talvez, a brincadeira pudesse gerar mais do que felicidade nas redes. Pegou o telefone e entrou em contato com o Instituto Embelleze Angra dos Reis, pleiteando uma bolsa de estudos para o garoto.

Lívio explicou que eles assinarão um contrato formalizando o compromisso. Isso porque William ainda é muito novo, e o curso tem idade mínima de 15 anos. Quando chegar a hora, porém, o aluno terá 100% de desconto e a garantia de que poderá se profissionalizar no ramo que escolheu.

“É muito bom ver as pessoas compartilhando esperança, ainda mais nesses tempos, em que a educação vem levando pancada o tempo todo. As pessoas precisam disso, de notícias boas” concluiu.

Fonte: 015 - Sonoticiaboa

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias