Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018 - 18:05 (Colaboradores)

L
LIVRE

PRESIDENTE DE ENTIDADE EXORTA GOVERNADOR ELEITO A FORTALECER MOVIMENTO COMUNITÁRIO

Nesse evento, além da ABAVAM, ela promete atiçar não somente entidades parceiras, mas a parte maior dos distritos e cidades do entorno da Capital.


Imprimir página

Porto Velho, RONDÔNIA – ‘Nenhum direito a menos’, com essa frase, a presidente da Associação Beneficente de Voluntários e Amigos do Bairro Mariana e Região (ABAVAM), Maria Cleonice da Silva, 50, disse nesta quinta feira (13), que não irá esperar o governador eleito assumir para exortá-lo a fortalecer as políticas públicas voltadas à defesa e cidadania na Zona Leste.

Religiosa e comunitária ativa naquela parte da parte da Capital Porto Velho, Irmã Cleonice – como é conhecida -, dirige uma entidade de característica carente ou extremamente carente e que há anos tenta obter apoio do poder público e político para que o município, Estado e a União ‘tenham um olhar mais ampliado à nossa gente’.

Com experiência, a dona de casa e defensora dos direitos fundamentais da mulher brasileira e do mundo, Irmã Cleonice, juntamente com sua equipe, enfrentou corredores palacianos e levou muito ‘chá de banco’ na Câmara e na da Assembleia Legislativa’. E em 2019, segundo ela, ‘não pretendo sofrer muito mais, graças à expectativa de que temos, agora, um governador militar e com perfil claro religioso’.

Ela pretende durante um possível encontro com o coronel Marcos Rocha, uma vez próxima dele, falar-lhe a respeito das reais necessidades vivenciadas pelas crianças, mulheres e idosos da sua comunidade e região. Na pauta, ela diz que ‘um documento vai expressar, verdadeiramente, que precisamos de educação, saúde, segurança cidadania na prática e plena’.

Irmã Cleonice, otimista ao ponto de considerar o que o governador eleito defendeu nos painéis políticos da campanha, nos dois turnos da eleição, serão postos em prática que, ‘propõe que ele comece mobilizando todas as comunidades para um grande encontro, em Palácio Pacaás Novos’.

Nesse evento, além da ABAVAM, ela promete atiçar não somente entidades parceiras, mas a parte maior dos distritos e cidades do entorno da Capital. Para isso, o governador e sua equipe, durante a feitura do processo de mobilização, ‘deve emprestar apoio governamental’.

Irmã Cleonice citou, como exemplo, a Casa dos Conselhos, fincada no cruzamento das ruas José de Alencar e Duque de Caxias, bairro Caiari, no centro, a fim de que ‘divulgue seu calendário de ações realizadas em prol dos cidadãos e cidadãs em 2018, além de se reunir todas as entidades beneficentes de todos os matizes sociais em um só um ponto de convergência’.

A este site de notícias disse, na ocasião, que se o ainda Presidente Michel Temer se reúne no Palácio da Alvorada com o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional, ‘por que não o prefeito e o governador eleito, não o fariam em prol do fortalecimento da segurança, defesa e cidadania em nossa Capital, Distritos ou no interior do Estado’, indagou Irmã Cleonice.

- Com esse evento, pretendo, juntamente com as demais entidades, praticamente, excluídas das ações e programas governamentais, barrarmos as restrições políticas a elas, arrematou a presidente da ABAVAM.   

Fonte: Xico Nery - News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias