Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019 - 12:13 (Comercio e Industrias)

L
LIVRE

PRESIDENTE DA CDL PARTICIPA DE IV FÓRUM NACIONAL DO COMÉRCIO E DIZ QUE INOVAÇÃO NO SETOR É O MAIOR DESAFIO DO VAREJO

O evento que reuniu empresários do Brasil inteiro, políticos de expressão nacional e lideranças do Sistema CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) colocou em debate temáticas atuais que estão norteando as transformações no comércio, nas empresas e no perfil dos empreendedores contemporâneos.


Imprimir página

A diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Velho, desembarcou na tarde desta quinta-feira (19) na Capital , cheia de informações importantes trazidas dos dois dias de participação no IV Fórum Nacional do Comércio, realizado em Brasília nos dias 17 e 18/09.  O evento que reuniu empresários do Brasil inteiro, políticos de expressão nacional e lideranças do Sistema CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) colocou em debate temáticas atuais que estão norteando as transformações no comércio, nas empresas e no perfil dos empreendedores contemporâneos.

A presidente da CDL, Joana Joanora das Neves, voltou bastante impressionada com a qualidade dos temas do evento. “Nós empresários temos que enxergar a crise, sempre, como oportunidade.  A palavra de ordem é inovação. E é justamente esse   um dos grandes obstáculos para os empresários de comércio e serviços. Acompanhar as mudanças que o mercado impõe é desafiador. Processos que envolvem a automação, a inteligência artificial e as tecnologias disruptivas são cada vez mais necessários para garantir ganhos efetivos ao setor. Essas foram as principais mensagens que trazemos desse IV Fórum Nacional do Comércio”, resume Joanora.

Em Tópicos

A pauta do evento foi dividia por temas específicos. O atual cenário político e econômico do Brasil foi a tônica dos debates do IV Fórum, na manhã da  quarta-feira (18). Nessa etapa, o evento contou com a participação, entre outros, dos deputados Efraim Filho, do senador Jorginho de Mello (PL-SC), e do secretário especial de Trabalho e Previdência, Rogério Marinho.

Já na parte da tarde da quarta (18), a cultura digital, o ecossistema das startups e o futuro do varejo foram os temas mais debatidos. Contou com as palestras de especialistas do mercado, como o CEO da startupPegaki, João Cristofolini, o executivo líder da área de Soluções de Indústria para os mercados de Varejo e Bens de Consumo da IBM Brasil, Ênio Garbin, diretor de criação da Publicis Brasil, Damuel Normando e o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo (ABIESV), Marcos Andrade.

Com a palestra “Visual merchandising e a experiência do consumo”, Marcos Andrade desmistificou a ideia de que a tecnologia está afetando as lojas físicas. Segundo Andrade, ao contrário do que se pensa, a loja física ainda é muito importante para o cliente. “Os clientes estão dispostos a usar tecnologia, mas seguem inspiradas pelos espaços criados pelos lojistas”, diz. “85% das vendas ainda tem origem nas vitrines”, garante Marcos.

Já João Cristofolini, CEO da startupPegaki, deu dicas importante sobre empreendedorismo. “Não é preciso ser o mais inteligente e capacitado para empreender. O importante é se cercar de pessoas melhores que você”. E isso, diz João, inclui leitura de autores consagrados.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, foi o grande homenageado no encerramento do IV Fórum Nacional do Comércio. Moro foi agraciado com o prêmio Mérito Lojista Nacional, considerado o “Oscar do Varejo”. A honraria homenageia empresas, personalidades políticas, empresariais, e meios de comunicação que mais contribuíram para o bom funcionamento do comércio brasileiro.

O ministro recebeu a estatueta das mãos do presidente da CNDL, José César da Costa e foi cumprimentado pelos 27 presidentes das Federações do Sistema CNDL.

Participaram da comitiva da CDL, além da presidente Joana Joanora, o vice-presidente, Vanderlei Oriani, os diretores José Soares de Souza, Jayme Miguel Ledo, Maria da Glória Zurita, Verônica Molocny e Domingos Sávio Prado.

Fonte: 010 - Assessoria da CDL

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias