Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020 - 10:46 (Cidades)

L
LIVRE

PREFEITURA, CÂMARA E EMPRESÁRIOS SE UNEM PARA DISTRIBUIR CESTAS BÁSICAS A FAMÍLIAS EM NECESSIDADE DURANTE PANDEMIA

Em parceria com a Semed, famílias de alunos da rede pública são os primeiros a receber as cestas


Imprimir página

Em atenção às necessidades daqueles que têm mais dificuldade em enfrentar a paralisação comercial e o isolamento domiciliar, a Prefeitura de Vilhena, a Câmara de Vereadores e empresários do município se unem para adquirir e distribuir cestas básicas. Sendo entregues desde o fim de semana passado, os itens alimentícios contemplam famílias cadastradas pela Secretaria Municipal de Assistência Social. Centenas de milhares de reais estão sendo investidos na campanha conjunta, que deve beneficiar milhares de pessoas. Em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed), as famílias de alunos da rede de ensino público serão os primeiros a receber as cestas.

Assim que os primeiros casos suspeitos de covid-19 surgiram na cidade, a Câmara Municipal de Vereadores devolveu à Prefeitura R$ 100 mil para a aquisição de alimentos. O vereador presidente da Câmara, Ronildo Macedo, explica a importância da ação. "Estamos preocupados com as consequências para a Saúde e também para o sustento das famílias que passam por dificuldades, devido à paralisação do comércio. Esse recurso vai ajudar a Prefeitura a atender milhares de pessoas em Vilhena durante este período difícil que passamos", garante.

Com o recurso em mãos, a Secretaria Municipal de Assistência Social iniciou processo de compra em caráter de urgência de mais de 500 cestas básicas, que devem chegar nos próximos dias. Além deste valor devolvido pela Câmara, a própria secretaria entregará 200 cestas básicas através de recurso próprio.

A Prefeitura recebeu também grandes contribuições da cooperativa de crédito Sicoob Credisul (500), do Tribunal de Justiça (160), do Grupo Masutti (100), bem como da clínica veterinária Espaço Animal (50), de servidores da Prefeitura (100) e da sociedade em geral, totalizando mais de 1.500 cestas básicas até o momento. Nesta semana a Prefeitura começou também a campanha Servidor Solidário, para estimular aos servidores municipais em contribuírem com as arrecadações. As empresas que já doaram e ainda outras já se organizam para conseguir mais cestas básicas nos próximos dias.

Para o secretário municipal de Assistência Social, Rafael Reis, essa ação é necessária para que as restrições causadas pela pandemia não prejudiquem na alimentação da população. "É um trabalho de união entre as pessoas. Agradeço imensamente as contribuições da comunidade, que nos ajudam a atender aqueles que mais precisam neste momento", explicou o secretário.

O prefeito Eduardo Japonês lembra que o momento exige união de todos no combate à covid-19. "Parabenizo aos empresários que estão se organizando para também contribuir com a campanha de arrecadação de alimentos. Ao nos ajudarmos mostramos o verdadeiro sentido da vida em comunidade. Essas iniciativas, e outras medidas da Prefeitura, poderão amenizar as dificuldades que iremos enfrentar por causa da pandemia", explica Japonês.

A dona de casa Patrícia Alves, que recebeu uma cesta básica nesta semana, garante que será de enorme ajuda para ela. "Meu marido faz bicos e com a pandemia não está trabalhando. Estamos em casa e quando recebi a cesta básica fiquei aliviada. O pessoal da Semas sempre me tratou e atendeu super bem. Só tenho a agradecer", disse

Para as famílias que não estão inscritas em programas sociais e que não possuem filhos que estudam na rede municipal ou estadual, mas mesmo assim precisam gostariam de receber uma cesta básica,  basta realizar cadastro por telefone, entrando em contato pelos números 3913-7021, 3321-4988 ou 3321-1232. Um assistente social fará uma visita à família e posteriormente a cesta básica poderá ser entregue.

Fonte: 012 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias