Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019 - 10:52 (Cultura)

L
LIVRE

PREÇOS ACESSÍVEIS DEVEM SER UM ATRATIVO A MAIS DURANTE O FLOR DO MARACUJÁ

O evento, coordenado pela Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e do Lazer (Sejucel), começa nesta sexta-feira (26), no Parque dos Tanques, em Porto Velho.


Imprimir página

Garantir preços justos aos comerciantes e acessíveis à população foi uma das bandeiras levantadas pelo governo de Rondônia para a realização da 38ª edição do arraial Flor do Maracujá. O evento, coordenado pela Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e do Lazer (Sejucel), começa nesta sexta-feira (26), no Parque dos Tanques, em Porto Velho.

Na terça-feira (23), o superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira, esteve na Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) onde participou, juntamente com o secretário da pasta, Wellem Prestes, de uma reunião de alinhamento com os barraqueiros selecionados, por meio de chamamento público, para comercializar seus produtos no evento.

Durante a reunião, um dos pontos ressaltados pelo representante do governo foi que os valores cobrados, na comercialização de alimentos, bebidas e brinquedos, sejam os mesmos praticados no comércio, sem cobranças abusivas.

Anos anteriores, um valor de mais de R$ 2 mil era cobrado de cada comerciante referente à taxa de manutenção administrativa, esse valor acabava sendo repassando ao consumidor. Neste ano, essa taxa não foi cobrada. Foi exigido apenas as taxas legais, previstas em Lei. “Como deixamos de cobrar esses valores, precisamos que os preços praticados sejam justos. Esse é o trabalho que o governo vem fazendo, de proporcionar cultura e lazer a toda a população. Aproveito para convidar toda a sociedade para participar dessa grande festa”, reforçou Bandeira.

O secretário da Semusb destacou a importância do chamamento público para a seleção justa dos barraqueiros e sem cobranças adicionais. “Esse chamamento traz lisura e transparência ao processo. Agora, a população poderá encontrar uma festa com preços acessíveis”.

Para fomentar ainda mais a economia local, o governo de Rondônia vai adiantar o salário dos servidores estaduais que já estará na conta no dia da abertura do Flor do Maracujá (26).

Com isso, o governo espera uma maior participação da população nos dez dias de festa para prestigiar as quase 50 atrações, comidas típicas e parque de diversão.

Fonte: 030 - SECOM - GOV/RO

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias