Quinta-Feira, 09 de Maio de 2019 - 21:47 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: SEM RUMO...

Além dos dois ministérios, emendas e cargos pior é a certeza de que a “tchurma do queru mêu” perdeu o respeito por Bolsonaro, militares e até pelo Moro. Ora se até o maluco do Olavo xinga o governo, o que fará o centrão?


Imprimir página

“Depois das 18h a baixaria começa, né? É o padrão da Casa, ofensa. Já entendi o padrão” – Paulo Guedes ontem na Comissão Especial da Câmara dos Deputados

Deputado estadual, líder do governo, Heyder Brasil vive intensamente sua terra, Porto Velho. Recém casado com um ícone da cultura, Ciça Andrade da Banda do Vai Quem Quer, Heyder planeja o seu futuro político alicerçando o seu PSL, de olho na vaga do prefeito Hildon Chaves e com uma bandeira de forte apelo popular: trabalhar firme na atenção básica promovendo a saúde em lugar de curar a doença. E está muito focado!

2-Salvos pelo gongo

Para os deputados que estavam no bico do corvo aguardando a canetada do Tribunal de Justiça, o gongo tocou no último segundo salvando-os do nocaute.

O STF bateu o martelo e a partir de agora cabe às Assembléias Legislativas decidir sobre o destino de seus deputados em caso de prisões preventivas. Com a imunidade, os deputados só serão presos em caso de flagrante ou de crimes inafiançáveis. E pelo andar da “mula veia” a imunidade chegará às 5.568 Câmaras Municipais do país para beneficiar os 56.810 edis. Às vezes o STF ajuda. Às vezes atrapalha. Desta vez atrapalhou.

3-Legalizando a prevaricação

O ínclito senador Eduardo Braga do Amazonas pôs um “jabuti” numa árvore e junto com o desenho do governo Bolsonaro, Coaf, Funai, resolveu algo de vital importância para nossos corruptos: se numa investigação surgirem indícios de que há lavagem de dinheiro, corrupção, organização criminosa ou tráfico, o auditor fiscal da receita terá de por força de lei (?) que prevaricar, não denunciar o crime e fazer-se de gato morto. 

O ínclito Braga inovou legalizando o crime de prevaricação. Coisas do Braga. Dia desses um ministro do STF foi pego pelos fiscais da receita e ficou uma vara. Aí o  Braga que é dubaráio deu um jeitinho. No Brasil Al Capone jamais seria pego. Dá-lhe canalhada!

4-Quem tem medo do Moro?

Moro vai colecionando derrotas sucessivas da política chã. Ontem o jabuti do Braga e a liberação das armas pelo capitão. Hoje o centrão, PT e aliados emplacaram outra.

A comissão mista da MP da reforma administrativa decidiu que Moro ficará sem o Coaf. Se vai dar certo, os plenários da Câmara e do Senado dirão, mas deixar o Coaf no Ministério da Fazenda revela um rascunho do futuro de Moro bem esquisito. A cada revés Moro e seu pacote mínguam. E o capitão na moita. Até quando Moro agüenta?

5-Sem rumo...

Governo que tem Fernando Bezerra do MDB relatando reforma administrativa ou de todo incompetente, inocente ou não é do ramo. Com Bezerra do MDB, Maia do DEM, o PT e seus anexos a “tchurma do capita” apanhou mais que tapete velho em dia de faxina e pagou um preço alto.

Além dos dois ministérios, emendas e cargos pior é a certeza de que a “tchurma do querumêu” perdeu o respeito por Bolsonaro, militares e até pelo Moro. Ora se até o maluco do Olavo xinga o governo, o que fará o centrão? Vai passar a mão e dar peteleco na orelha! Governar apenas pelo twitter é impossível.

leoladeia@hotmail.com

 

 

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias