Sexta-Feira, 01 de Fevereiro de 2019 - 16:03 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: PRESSÃO SOBRE A BR-319

Pelo Rio Madeira mais de 20 horas de navegação e pela BR-319 2 horas.


Imprimir página

FRASE DO DIA:

“A lei vale para todos indistintamente. Isso é república, é democracia” – Ministro Marco Aurélio Melo negando foro privilegiado ao senador Flavio Bolsonaro.

A parte do Brasil que trabalha duro para bem servir ao povo está de volta ao trampo. Juízes, conselheiros, vices, deputados, senadores, adjuntos, assessores, a fina flor da burocracia brazuca, com as madeixas tingidas, botox, implantes capilares e dentários alvos, vão engatar a marcha para o país andar. Razões para os recessos? É possível que existam, mas o importante é que estão na lei e nada têm com período de férias ou de licença prêmio, etc. O relevante é que a burocracia continua funcionando em modo automático, o que explica o número de servidores públicos. Eles saem e nada para.     

Há casos em que o recesso é explicado pela necessidade que tem os parlamentares de visitarem as suas bases, apesar das visitas que ocorrem quase que semanalmente uma vez que atuam no Congresso e nas Assembléias por dois a três dias na semana. Quanto a outros recessos em Câmaras de Vereadores, por exemplo, seguem o ritmo que toca a banda nos outros poderes. Se um tem, isonomicamente o outro vai junto.   

3-Peneira fina

Foram 466 candidatos para as 24 vagas de deputado estadual em Rondônia. A grosso modo, 9 candidatos para cada um dos 52 municípios. Pelo caminho ficaram 11 nomes que lutavam pela reeleição ou almejavam outros cargos, o que levou a uma renovação relevante, o que sempre é muito bom.

Novos ares e novas caras na representatividade e a natural adaptação que complica sobremaneira a articulação política do Executivo.    

4-Pressão sobre a BR-319

Algumas empresas que operam aqui nos portos do Belmont em estão se transferindo para a cidade de Humaitá – AM. Perde Rondônia em termos de arrecadação e a perda pode ser bem maior. É que a BR319 no geral e especificamente no trecho Humaitá-Porto Velho não suporta o trânsito pesado que fatalmente vai acontecer. A razão para sair de Porto Velho é o lucro.

Pelo Rio Madeira mais de 20 horas de navegação e pela BR-319 2 horas. Mais, a sede das empresas é no Amazonas. Perdemos os impostos, empregos, importância e sobra a SOPH e o trânsito caótico de Porto Velho. Armaria!

5-Enquanto isso o SIM é NÃO

Lá se vão onze dias ou quase duas semanas sem ônibus em Porto Velho e até aqui o que se vê são reuniões para findar em nada. Agora o consórcio se dividiu e mostrou que de consórcio tem pouco ou nada. A empresa que mandava no pedaço entregou o ouro e a que quer mandar quer o ouro.

Grande vantagem: Trocamos um monopólio de duas empresas que não valiam uma por outro monopólio duas empresas que valem menos que as outras. E o povão a pé como se seguisse para o abate. Ô vida de gado.  

leoladeia@hotmail.com

 

 

 

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias