Quinta-Feira, 21 de Março de 2019 - 16:12 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: PASSA MOLEQUE

Maia, o Botafogo da Odebrecht recebeu em nota oficial a resposta do Moro.


Imprimir página

“É muito ruim para o país ter ex-presidente preso.” – Vice presidente Hamilton Mourão.

1-HC em marcha

Vai faltar tinta na caneta daquele ministro dos HCs ou outro vai matar no peito? Temer foi preso hoje. Junto iria também o Moreira Franco, o Angorá da Odebrecht, mas gato é bicho arisco. Moreira Franco, sogro de Rodrigo Maia estava numa reunião do MDB e pirulitou-se. Mas será achado.

A ponta do novelo de lã do MDB está sendo puxada pela PF. E nada mais de juiz Moro dando ordem de prisão. Desta vez o juiz foi Marcelo Bretas do RJ e que segundo consta é casca grossa. E está faltando mais gente

Rodrigo Maia se esforçou, mas cobrado pelo atraso de pautas da Câmara e criticado por ministros escolheu Moro para Cristo: “Sou presidente da Câmara, ele é funcionário do presidente. É Bolsonaro que tem que dialogar comigo. Ele tá confundindo as bolas, ele não é presidente da República. Está ficando ruim para ele. O projeto é importante, aliás, ele tá copiando o projeto do ministro Alexandre de Moraes. É um copia e cola.” Ai Maia descobriu também que escolheu o ministro errado. Moro voou na goela e pá!

Maia, o Botafogo da Odebrecht recebeu em nota oficial a resposta do Moro. “Sobre as declarações do presidente da Câmara, apresentei projeto de lei inovador e amplo contra crime organizado, crimes violentos e corrupção. Talvez alguns entendam que o combate ao crime pode ser adiado indefinidamente, mas o povo não agüenta mais. Essas questões sempre foram tratadas com respeito e cordialidade com o Presidente da Câmara, e espero que o mesmo possa ocorrer com o projeto e com quem o propôs por respeito ao cargo e ao povo.” Vixi... É mais que nota oficial. É passa moleque.  

4-O que dá pra rir dá pra chorar

Enquanto alguns riem da prisão do Temer, a PF lhes dá razões para choro ao indiciar o ex-presidente que está preso e seu o Luiz Claudio por lavagem de dinheiro e tráfico de influência, a partir da delação da Odebrecht sobre pagamentos para a Touchdown de R$10 milhões, apesar da “empresa esportiva” ter capital social de R$1 mil.

De novo Moro está fora. O BO está na 4ª Vara Criminal Federal de São Paulo e que determinou que a investigação seja enviada para uma Vara especializada em crimes financeiros.

5-Cachimbo da paz

Uma conversa longa e longe de testemunhas indiscretas selou a paz entre o deputado Laerte Gomes e o governador Marcos Rocha e arisco-me a dizer que a pseudo crise tenha tido origem exatamente em pontos indiscretos.

Para usar a máxima da discrição cunhada em “O Cassino, "what happens in Vegas, stays in Vegas" ou em brazuquês, “o que falamos entre nós, fica entre nós”, desde que não seja nada ilegal. Isto é a base da confiança recíproca e madura.     

leoladeia@hotmail.com

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias