Terça-Feira, 04 de Dezembro de 2018 - 14:34 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: NOVIDADES NO FORO PRIVILEGIADO

A idéia da proposta é restringir o foro especial para somente cinco cargos: presidentes da República, Câmara, Senado e STF o que desafoga o STF e valoriza a primeira instância


Imprimir página

FRASE DO DIA:

"Há intenção de endurecimento, não contra a democracia, mas contra a grande corrupção, o crime organizado e o violento, que a afetam." – Sergio Moro em Madri.

Um ladrão assaltou um bicheiro na Raimundo Cantuária, usando como arma um copo. Para se livrar o bicheiro deu um dinheirinho e o bandido vazou. Pega ladrão, populares prenderam o bandido, a PM chegou, flagrante, mas o Jogo de bicho é ilegal. Prende o bicheiro? Para a PM, ladrão que rouba contraventor merece perdão. Ladrão em cana e deixa o bicheiro trabalhar. Se a moda pega, os gerentes de boca de fumo vão exigir polícia para garantir o trabalho no “estabelecimento”. É o rabo balançando o cachorro.

2-68% sem margem de erro, por ora...

Agora está garantido: prego batido e ponta virada por ora. O presidente Bolsonaro que prometeu montar um ministério enxuto com tão somente 15 ministérios, foi esticando e roendo a corda e talvez para agradar a gregos e troianos, cariocas e baianos fechou em 22 ministérios com um aumento de 68% dentro da margem de erro do Ibope ou de qualquer dos vexatórios institutos que atuaram em Rondônia nesta eleição. E o que isso significa? Que jogo é jogo e treino é treino e que, quem quer rir tem que fazer rir...

3-E por aqui?

Impossível falar do Bolsonaro e não falar do Coronel Marcos Rocha. Não vou bater na tecla irritante de adivinhar nomes de secretários. Se eu fosse bom em adivinhação era rico quebrando banca de jogo de bicho ou achando dinheiro na rua. Minha dúvida é sobre o tamanho do estado.

Muito enxuto sobrecarregaria a equipe e haja gargalos. Inchado desmentiria o discurso da campanha. Qual o tamanho? Do rombo sabemos: é grande. Mas, e o “prafrentemente” como diria Odorico Paraguassu? Faltam só 14 dias.

4-Barbaridade

A EPL estatal criada para mostrar o fracasso monumental do trem bala SP-Rio, vai pra casa do crica no governo Bolsonaro.

Os estudos da equipe de transição consideram que "não se justifica" a existência do monstrengo que consome R$70 milhões por ano, a maioria para pagar 140 funcionários que armazenam vento para, no caso da Dilma retornar, fundar uma usina eólica. Onix não refrescou: "A EPL é uma barbaridade".

5-Novidades no foro privilegiado

Dr. Roberto Livianu, promotor de Justiça de São Paulo protocola hoje na Câmara dos Deputados um abaixo-assinado com 710 mil nomes contra o foro privilegiado a fim de pressionar para a votação do relatório do deputado Efraim Filho sobre a PEC 333/17 que restringe o foro privilegiado de agentes públicos.

A idéia da proposta é restringir o foro especial para somente cinco cargos: presidentes da República, Câmara, Senado e STF o que desafoga o STF e valoriza a primeira instância.

leoladeia@hotmail.com

 

 


Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias