Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019 - 18:18 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: FLÁVIO ARNS RASGANDO A REDE

As mensagens divulgadas são produto de ataque criminoso que deve ser investigado e punido.


Imprimir página

“Ciro Gomes adotou uma tática bolsonarista na batalha da Previdência: em vez de ligar para eles, expôs sua chateação no Twitter. Ciro bolsonarizou”. O Antagonista.

1-Flávio Arns rasgando a Rede

Manifesto total discordância sobre a ação movida pela Rede junto ao STF para impedir que se investigue Greenwald do Intercept. As mensagens divulgadas são produto de ataque criminoso que deve ser investigado e punido.

Qualquer relação entre o crime e a conduta do jornalista deve rigorosamente investigada, diz o senador Flávio Arns que acredite, é da Rede Sustentabilidade e uma reserva moral da política e do Congresso.

2-Algo de novo na política

Nenhum deputado do Partido Novo foi chamado a conversar com os interlocutores do governo para liberar emendas e/ou “otraspequeñas cosas”.

O Novo desde o inicio das discussões anunciou que votaria fechado pela reforma da Previdência. Comprometeu-se e nada pediu em troca. Deputados fisiologistas ficam babando, espumando de raiva e matutando: Como é que pode isso... Jogar fora uma boquinha dessas... Armaria!

03-A última do capitão

Bolsonaro não precisa da esquerda, adversários, ou de inimigos para se espatifar. Ele faz a armadilha para pegar um bicho e por falta do bicho, cai ele mesmo. Na primeira viagem aos EUA ele deu a pista de que seu filho Eduardo poderia representar o Brasil por lá.

Ninguém ligou. O tempo passou, Queiroz foi esquecido e Bolsonaro sem olhar o Itamaraty e num ato que pode ser entendido como nepotismo, indica Eduardo para a embaixada nos EUA e comenta-se que Trump pode indicar um Trumpezinho para cá. Ora, melhor seria indicar seu outro filho Carlos e transferir o problema para o Trump.

4-Por debaixo dos panos

Ainda sem foco ou objeto, a CPI das Fake News traz um DNA esquisito. Lembram-se da lambança do Toffoli e do Alexandre Moraes contra o Antagonista? Pois é, a raiz é aquela e quem entregou o ouro foi o presidente da Câmara, Rodrigo Maia que garante que a ideia original – ou pecado original – é do cidadão Gilmar Mendes que busca por toda via conter ataques a autoridades como ministros do Supremo. Alcolumbre é peça

5-Chumbo trocado

Depois dos muitos vazamentos do Intercept e da estratégia do Moro de por em dúvida a autenticidade e legalidade na sua obtenção, houve algum desbaratamento da equipe do Intercept que ficou na confortável situação da pedra contra o telhado. Mas, nada é para sempre e o troco já apareceu.

Clicando aqui, aqui e aqui, você vai conhecer uma história da venda de mandato, compra de apartamento e do men$alinho pra ficar com de boca fechada e sem cuspir. É a saga de espionagem do “Pavão Misterioso” que, se for verdade,é crime e se for invenção vai lhe deixar com caraminholas na cabeça.  leoladeia@hotmail.com

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias