Terça-Feira, 24 de Setembro de 2019 - 18:49 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: EMPRESÁRIOS DO CAOS

Os donos do pedaço são antigos corruptos e corruptores.


Imprimir página

“É uma falácia dizer que a Amazônia é patrimônio da humanidade e um equívoco, como atestam os cientistas, afirmar que a nossa floresta é o pulmão do mundo”– Bolsonaro na ONU

1-Glossário do Léo

Monitorar: verbo transitivo direto; acompanhar, observar para analisar informações fornecidas por instrumentos técnicos; monitorizar. Dirigir ou submeter a controle através de monitor(es); mesmo que monitorizar. O verbo é associado à vigilância policial de presos em regime especial de pena.

Para Zé de Nana forma de viver na manha. Alguém compra ou contrata tornezeleiras e coloca nos malvados que continuarão barbarizando, mas sem incomodar a polícia e a justiça. Ajudaí News Rondonia: vejam a gatinha com a suspeitíssima tornozeleira e a capivara peluda.

2-Empresários do caos

O “baile” que os bandidos do transporte escolar promovem em PVH é antigo e tem muito mais a ser deslindado do que sonham as vãs filosofias, inquéritos e prisões. Os donos do pedaço são antigos corruptos e corruptores.

O toma-lá-dá-cá, ajoujos e safadezas veem de longe até hoje. Quebrar a espinha dorsal e impor a lei parece impossível, haja vista que a cada ação ocorre a reação adredemente estudada como se os canalhas tivessem informações prévias. Ricaços à custa de crianças sem aula e se dizem empresários. E as jogadas nojentas continuam. É a treva!

3-Aviso aos navegantes

PVH terá eleições para prefeito em 2020. Postulantes via assessorias, lançam balões de ensaio e gaguejam dizendo que ainda é cedo, mas voando na goela do eleitor.

Quero lembrar a todos que é responsabilidade da Prefeitura a água tratada, esgoto, lixo, manutenção de igarapés, canais, ruas e estradas, transporte coletivo, educação de zero a 5 anos, regularização fundiária rural e urbana, saúde básica, fomento à agricultura e mais: não pode roubar ou deixar roubar. A grana é curta e não dá para investir. Explicado? Então não precisamos nos enganar. Talkey?

4-Bolsonaro na ONU

Goste-se dele ou não, mas o ex-capitão do Exército e presidente do Brasil fez na ONU um discurso do tamanho que o momento e o espaço pediam. Comprometeu-se com a preservação do meio ambiente, mas não deixou de ser o Bolsonaro da campanha eleitoral nem o Urtigão de sempre.

Bateu na ideologia socialista criticou antecessores eviscerou tudo o que é caro à “izquierda” e bateu duro nos críticos internacionais. Falou de religião, fé, tolerância, mídia comprada, da Amazônia de Ysany Kalapalo, da corrupção citando Sérgio Moro um símbolo e de abrir o Brasil ao mundo. A propósito a ONU continua sendo o velho cartório de sempre.

5-Comendo pelas beiras

O acordão contra a CPI Lava Toga desce o rio numa balsa sem auxílio de motores e com menos de 27 marujos para tocá-la. Segue a correnteza, mas é impossível que seja assim para sempre. Mas se para chegar ao cerne que é o STF é difícil o melhor é encostar a balsa no beiradão para por a carga possível. Hoje a PF visitou um juiz corrupto do TJ-RJ que vendia sentenças. Ordem  do STJ. Acho que será assim daqui para frente. Depois que cai a primeira manga madura é só esperar. As que estão bichadas vão bater no chão. Com paciência aguardo. Eu quero é mais!

leoladeia@hotmail.com

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias