Segunda-Feira, 30 de Setembro de 2019 - 16:36 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: DE NOVO O BUSÃO ESCOLAR NA BERLINDA

Só para variar a estrada amanheceu fechada novamente por falta de busão. Desta feita lá Jaci Paraná foi a localidade escolhida.


Imprimir página

“Se botar chocalho em maluco no Brasil ninguém dorme de noite”. – Zé de Nana, meu “baixer-ego”

1-A ditadura da justiça

O ministro Toffoli trucou o ministro Barroso pela busca contra Fernando Bezerra contrariando a PGR. O ministro Alexandre autorizou buscas contra Janot sem ouvir a PGR e a PGR ficou igual a Pilatos no Credo. Janot cometeu crime que não o sincericídio por uma ideia passional? Não! De novo o STF exacerba e extrapola e também de forma passional como já visto antes em falas de juízes contra “essa gente” da Lavajato ou censurando um site que ousou revelar as “coisas”  de lá do meio.

Saberemos no futuro o que pode existir n computador do ex-PGR Janot ou ele outra vez cometerá o sincericídio? Torço pela última hipótese. É que eu quero é muito mais!

2-“Farmacinha”

Janot lançou ou vai lançar seu livro “Nada menos que tudo” que deve causar menos polêmica que a sua entrevista à revista. Não vou ler até por crer que existem casos mais horripilantes de psicoses na literatura e livros de besteirol à vontade.

No livro ele fala de algo que explica talvez sua parvoíce, o hábito da bebida. Quando a chapa esquentava, Janot interrompia o trabalho e ia com a equipe para a "farmacinha", uma geladeira ao lado do gabinete com vinho, cerveja, uísque, cachaça, rum, vodca, gim etc.: “Na hora do aperto, quando a turma estava arrancando os cabelos, a farmacinha cumpria uma função terapêutica". Ara, é um “pé de cana” dubaráio!

3-ExpoPorto

Para quem não acreditava que seria possível, a cavalgada aconteceu e a Expoporto firmou-se no primeiro dia. Claro que pode e vai melhorar, haja vista o curto espaço para a montagem e o descrédito ocasionado por tantos anos sem a Expovel. E desta vez foi cavalgada mesmo com cavaleiros, amazonas e famílias se divertindo.

Parabéns a todos organizadores e em especial ao Jobson Bandeira da Sejucel que já deu mostras do que faz ao encarar a Flor do Maracujá. Jobson parece um centroavante brigador: se jogar na frente ele parte para fazer o gol. Gostei!

4-Bolsonaro e a imprensa birrenta

“Imprensa eu gosto muito de vocês mas tudo é deturpado. Quando vocês fizerem uma matéria real do que aconteceu na ONU, eu dou entrevista a vocês”. Assim falou Bolsonaro hoje cedo naquele encontro “quebra-queixo” com os jornalistas que o esperam na porta do Palácio.

Chateado disse: “No meu entender, um discurso objetivo e patriótico, diferente de presidentes que me antecederam, que iam lá para serem aplaudidos e nada além disso. Não é fácil. Eu sabia das dificuldades, dos problemas, do aparelhamento do Estado, da dívida interna monstruosa, da oposição de grande parte da mídia que só tem ódio pra um lado. Muitas vezes, eu nem falo nada e já é manchete. Daí pra dizer que a mentira é muito grande, aí diz que eu recuei”. Como ele disse, não é fácil. E aceitar a crítica também não e aí é birra dos dois lados.

 5-De novo o busão escolar na berlinda

Só para variar a estrada amanheceu fechada novamente por falta de busão. Desta feita lá Jaci Paraná foi a localidade escolhida. Protesto legítimo da população sofrida que não suporta ver os seus filhos fora da sala de aula e muito bem aproveitado pela “tchurma do deixa assim que tá bem bão”.

E o prefeito sangra e agora leva junto o governo estadual que tem o professor Swami como o interventor. O caso do busão até parece couro de dedo vai pra frente e pra trás.

leoladeia@hotmail.com

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias