Segunda-Feira, 23 de Setembro de 2019 - 19:49 (Colaboradores)

L
LIVRE

POLÍTICA & MURUPI: CABRAL - 520 ANOS DE CORRUPÇÃO

Com todo o cuidado das autoridades envolvidas em contatos, principalmente por esse clima de vazamentos de informações, tratativas entre presidiário Sérgio Cabral e PF seguem firmes para a possível delação premiada.


Imprimir página

“A política, fora de controle, favorece a corrupção. A imprensa se fixa apenas no que vai mal. Se o líder não controlar a política, a gestão morre na praia e a esquerda volta ao poder” – General Paulo Chagas

1-Como domar seu dragão

Não sei se é legal, mas o projeto do deputado Fábio Faria quer alterar o Marco Civil da internet exigindo o CPF ou CNPJ dos usuários nas redes sociais para identificar autores e punir as “fake news”.

Como justificativa ele diz: “A iniciativa não elimina todos os problemas, mas facilita a responsabilização. Identificar esses usuários indesejados na rede é o primeiro passo para que a suposta liberdade da rede respeite direitos fundamentais individuais”. Mas algumas questões estão abertas: a norma legal sobre a liberdade de expressão, o caráter caótico da internet além do nosso gosto pela mentira, a deseducação e o descompromisso na apuração do post.

2-Cabral: 520 anos de corrupção

Com todo o cuidado das autoridades envolvidas em contatos, principalmente por esse clima de vazamentos de informações, tratativas entre presidiário Sérgio Cabral e PF seguem firmes para a possível delação premiada.

Considerando as penas que Cabral acumula e em face doscasos de corrupção em que se envolveu e da teia que envolve todos os níveis de governo além de empresas privadas e estatais, sua delação é umtorpedo para afundar encouraçados, até os que ainda não foram atingidos, se é que me fiz entender. Da minha parte eu quero é mais!

Por falar em encouraçados, o senador Alessandro Vieira tenta emplacar sem sucesso a CPI da Lava Toga. Apesar de contar, em vários momentos, com o número mínimo de 27 assinaturas de senadores para a abertura do inquérito, a Lava Toga não prospera. Sobretudo por causa da pressão dos ministros do STF e, especialmente, de manobras com as bênçãos do governo sobre os senadores, no sentido de pressioná-los a retirarem as assinaturas que garantiriam a instalação da Comissão de Investigação. O condutor dessas coações tem nome e sobrenome: o senador Flávio Bolsonaro. A capa da revista anuncia a matéria de Germano Oliveira. É só clicar.

4-Ética para inglês ver

Depois de nove meses – convenhamos sem fazer qualquer falta aos senadores, seus desafetos e o respeitável público, será instalada amanhã a Comissão de Ética do Senado.

Não fez nem faz falta, mas surge com uma mácula. A votação que escolheu Davi Alcolumbre foi viciada e depois de algumas luas, algum nome ético quem sabe o próprio Renan Alcolumbre ou Davi Calheiros que suspeito sejam a mesma pessoa, dizsse que não houve nada além de um lamentável e insuspeito erro. Ética preservada, tempo para olvidarmos o fato e eis aí o Conselho de Ética.  

5-Oxigênio para o gás

Há algo de novo, escondido e volátil no Brasil. Lembram-se de Urucu, a tal província petrolífera que mandaria o gás para a Termonorte por em funcionamento a sua térmica? Lembram-se da criação da Rongás – ainda existe – e de tudo que foi falado? Pois, já disse que não há gás, que um índio onanista está no meio do caminho e até de que não vale a pena trazer o gás para PVH pois já temos as hidrelétricas. Para não encher linguiça e entupir o gasoduto, clique neste link e divirta-se. Prometo trazer mais sobre o tema. Daqui de Rondônia como do resto do país.

leoladeia@hotmail.com

 

Fonte: Leo Ladeia/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias