POLÍCIA CIVIL DIVULGA OS NOMES DOS ASSASSINOS DA CHACINA DE JACI-PARANÁ

A Policia Civil de Rondônia, com o progresso das investigações e a prisão cautelar dos envolvidos, demonstra mais uma vez que seu trabalho prima pela garantia da ordem e da paz.
Terça-Feira, 03 de Janeiro de 2012 - 21:54

As   informações divulgadas na tarde de hoje (03) pelo Delegado de Policia Dr. Alessandro Morey e pela Delegada Titular da Delegacia Especializada em Crimes contra a Vida , Dra. Rosilei de Lima, divulgou os nomes dos integrantes do grupo de extermínio que atuava na região do distrito de Jaci-Paraná e que após executarem suas vitimas, as enterravam em covas rasas numa mata a aproximadamente 10 km da sede do distrito.

Foram identificados os 05 corpos encontrados no dia 28 de dezembro e que  estavam enterrados no local, sendo eles Lienir Batista de Andrade, de 41 anos, também conhecido como  “Flamengo”, Maria Lucia da Silva Pereira, de 24 anos, e que estava gestante de um feto de aproximadamente cinco meses e a garotinha Ana Beatriz Ferreira Gomes de 05 anos de idade, sendo todos pertencentes a uma mesma família, assassinados provavelmente no dia 12/12. Foram identificados também os corpos de  Marisandro Almeida Diniz, vulgo “Sandro”, de 33 anos e de Gerson Gomes da Silva, vulgo “Magrão”,  sendo que todos estavam enterrados em covas rasas. Lienir, esposa e filha, em uma cova, e os outros dois, em covas separadas.

Os principais suspeitos encontram-se presos, sendo eles: o policial militar CLAUDIONOR OLIVEIRA DE ASSIS, vulgo “DE ASSIS”,  lotado no destacamento da Policia Militar no distrito de Jaci-Paraná,  GIVANILDO BEZERRA DA SILVA, vulgo “NILDO”, que após prestar depoimento foi recambiado para o município de Guajará-Mirim, pois o mesmo encontra-se preso naquela localidade por porte ilegal de armas, onde portava um pistola ponto 40 de uso restrito, DARLI LIMA DA SILVA, vulgo “ BOCÃO” e TIAGO SILVA NASCIMENTO. De acordo com as informações prestadas, ainda se encontra foragido o elemento identificado como MATEUS, também conhecido como “PAÇOCA”  ou “ BOLIVIANO”.

GIVANILDO BEZERRA DA SILVA

A  equipe da Divisão de Homicídios da Delegacia Especializada, prossegue com as investigações,  pois ainda não foi descartada a participação de outros elementos no grupo de extermínio voltado à extorsão de traficantes daquela região ao tráfico ilícito de entorpecentes em sua forma associada e eliminação de pessoas.

A Polícia Civil de Rondônia, com  o progresso das investigações e a prisão cautelar dos envolvidos, demonstra mais uma vez que seu trabalho prima pela garantia da ordem e da paz.


 


 


 


 


Darli de Lima da Silva de 26 anos


 


 


 


 


 

Fonte - newsrondonia

Comentários

Siga-nos:

POLITICA DE PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondonia - 2021.