Segunda-Feira, 21 de Julho de 2014 - 10:27 (Geral)

PMs AMEAÇAM NOVA PARALISAÇÃO NO AMAZONAS

A Polícia Militar do Amazonas afirma, que enquanto o governador José Melo (PROS) não tomar uma posição se fica do lado de 10 mil praças e seus familiares ou dos oficiais da instituição, o indicativo de greve continuará; os policiais estão todos convocando para estarem às 10h da manhã da próxima segunda-feira, dia 28, em frente a sede do governo, em Manaus


Imprimir página

Os soldados da Polícia Militar do Amazonas, que mostraram ao governo do estado que tem força e provaram isso no dia 28 de abril deste ano, quando eles cruzaram os braços para reivindicar melhorias na classe, especialmente nos critérios de promoção e nas escalas de trabalho adotadas pelo comando da PM, voltarão a mostrar que podem paralisar a segurança pública em todo estado.

De acordo com uma carta aberta encaminhada ao whatsapp do Fato Amazônico, enquanto o governador José Melo (PROS) não tomar uma posição se fica do lado de 10 mil praças e seus familiares ou dos oficiais da instituição, o indicativo de greve continuará.

Os policiais estão todos convocando para estarem às 10h da manhã da próxima segunda-feira, dia 28, em frente a sede do governo, localizado na Avenida Brasil, no bairro da Compensa, Zona Oeste de Manaus.

Na carta, os praças deixam claro ainda que: “Mesmo saindo as promoções que já estão a mais de um mês atrasadas não iremos aceitá-las como cala-boca como faziam antigamente. Temos uma pauta e se ela não for respeitada em sua totalidade a sociedade amazonense saberá de quem é a culpa da insatisfação da tropa”.

De acordo com carta aberta encaminhada aos grupos de whatsapps e para as redes sociais, alguns pontos que foram acertados na reunião com o governo para o movimento grevista parar não estão sendo cumpridos, como a escala de serviço, lista do quadro de acesso e outros pontos.

Na carta aberta, os policiais militares, deixam claro que este governo já os utilizou como cabos eleitorais, com o programa Ronda no Bairro e ameaçam “agora saberá como um policial pode influenciar a comunidade onde ele trabalha”.

Mesmo saindo as promoções que já estão a mais de um mês atrasadas não iremos aceitá-las como cala-boca, como faziam antigamente. Temos uma pauta e se ela não for respeitada em sua totalidade a sociedade amazonense saberá de quem é a culpa da insatisfação da tropa.

Atenção Tropa

Como os senhores perceberam foi publicado o almanaque e a nova escala de serviço, porem os erros não foram corrigidos, a lista do quadro de acesso não saiu e a escala se restringiu apenas para as VTRs da capital e os outros tipos de serviço foram esquecidos. A culpa disso não é dos companheiros da comissão ou da Apeam, pois sabemos que eles estão se empenhando ao máximo como ninguém nunca fez, mas sim dos oficiais que estão atrasando e atrapalhando da forma que lhes forem possíveis e do governo que vê tudo isso e ao invés de nos ajudar se mantém inerte com medo de contrariar o oficialato.

O indicativo permanecerá enquanto o governo não entender que é melhor estar ao lado de 10000 praças e de suas famílias que estão diariamente em contato com a população, do que com meia dúzia de oficiais que apenas se trancam em suas salas com ar-condicionado.

Esse mesmo governo, que já nos utilizou como cabos eleitorais com o programa Ronda nos Bairros, agora saberá como um policial pode influenciar a comunidade onde ele trabalha.

Mesmo saindo as promoções, que já estão a mais de um mês atrasadas não iremos aceitá-las como cala-boca como faziam antigamente. Temos uma pauta e se ela não for respeitada em sua totalidade a sociedade amazonense saberá de quem é a culpa da insatisfação da tropa.

Enviem esta mensagem para seus grupos civis, de faculdade, curso, família, amigos. a sociedade merece saber o que se passa com sua polícia militar e seu corpo de bombeiros militar!!!

O final dessa história estará nas mãos de nossos governantes. Esperamos que eles tenham sabedoria e não pensem que isto é apenas virtual. O praça de hoje não foge mais a luta!!!

Local: Sede do Governo

Horário: 10:00

Data: 28/07/14 (segunda)

Fonte: Fato Amazônico/247

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias