Quarta-Feira, 24 de Abril de 2019 - 20:22 (Colaboradores)

L
LIVRE

PERIGO EM EXTREMA - POR FALTA DE ESTRADA E DE TRANSPORTE ESCOLAR, PAI CARREGA ATÉ 15 ALUNOS EM CAMIONETE

Morador do Ramal Eletrônica, Roberto tem duas filhas que estudam em Extrema, e por falta de uma estrada em condições e falta de ônibus escolar, ele faz esse verdadeiro malabarismo.


Imprimir página

Mesmo depois do fechamento da BR 364, moradores da Ponta do Abunã continuam seu martírio em busca de dignidade para seus filhos. Na oportunidade do fechamento, as reivindicações eram Ônibus Escolar e ramais em condições de trafegabilidade, e 20 dias depois do protesto, parece que a situação ficou bem pior...

O Sr. Roberto é morador do Ramal da Eletrônica e tem duas filhas que estudam em Extrema, uma em colégio do governo do estado e a outra em colégio do município, e a distância de sua propriedade rural até Extrema é de 30 quilômetros. 24 Km em uma péssima estrada de chão e 6 na BR.

Devido a precariedade das pontes e do ramal, Roberto sai de casa as 5:30 horas da manhã para levar suas duas filhas, e ele vai passando pela Linha 4 e vai dando carona para os alunos que estão na beira do ramal esperando, em vão, a chegada do transporte escolar. Ele chega na escola as 7:15 da manhã;

Ao todo, seu Roberto carrega de forma precária e perigosa, até 15 alunos, ida e volta. 

Segundo uma parente de Roberto, "Essa situação dessa camionete, desse ramal, à anos que é desse jeito, a anos...a anos que meu irmão vai levar as duas meninas dele para a escola. Uma estuda na escola do governo e a outra na escola do município de Extrema...Ele vai levar elas, e as crianças estão tudo na beira do ramal esperando, e ele leva os meninos automaticamente. Essas estradas nunca foram boas, eles nunca arrumaram... ele cansou de pegar o próprio maquinário dele, o trator dele, perder diária de serviço sele, gasolina dele, se reunir com o povo para poder fazer um bueiro, pra arrumar um pedaço de estrada...ele cansou de fazer isso...Da uma média de 30 quilômetros, do momento que ele pega as meninas dele até a escola...24, 25 quilômetros de ramal e 5 ou 6 quilômetros de BR..." Desabafou a irmã do Sr. Roberto em áudio para esse blogueiro.

Fonte: Carlos Caldeira - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias