Segunda-Feira, 30 de Setembro de 2019 - 09:50 (Curiosidades)

L
LIVRE

PASSADO NO PRESENTE NEWS RONDÔNIA COM VICK BACON: 30 DE SETEMBRO

1957: É criada a Rede Ferroviária Federal do Brasil.


Imprimir página

Criada em 1957 no dia 30 de setembro oficialmente na cidade do Rio de Janeiro onde também se encontrava sua sede legal, mediante autorização da Lei nº 3.115, de 16 de março de 1957, e dissolvida de acordo com o estabelecido no Decreto nº 3.277, de 7 de dezembro de 1999, alterado pelo Decreto nº 4.109, de 30 de janeiro de 2002, pelo Decreto nº 4.839, de 12 de setembro de 2003, e pelo Decreto nº 5.103, de 11 de junho de 2004, reunia 18 ferrovias regionais, e tinha como intuito promover e gerir o desenvolvimento no setor de transportes ferroviários. Seus serviços estenderam-se por 40 anos antes de sua desestatização (privatização), promovida pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, operando em quatro das cinco regiões brasileiras, em 19 unidades da federação.


Logotipo da RFFSA em frente à estação ferroviária de São José dos Campos (SP).

A RFFSA existiu por 50 anos e 76 dias, sendo oficialmente extinta por força da MP nº 353, de 22 de janeiro de 2007, convertida na Lei Federal n° 11.483, de 31 de maio de 2007.


Sede que abrigou a empresa estatal Rede Ferroviária Federal do Brasil na cidade do Rio de Janeiro.

A Rede Ferroviária Federal foi formada pela união do acervo patrimonial das seguintes empresas:

 

Estrada de Ferro Madeira-Mamoré

Estrada de Ferro de Bragança

Ferrovia São Luís-Teresina

Estrada de Ferro Central do Piauí

Rede de Viação Cearense

Estrada de Ferro Mossoró-Sousa

Estrada de Ferro Sampaio Correia

Rede Ferroviária do Nordeste

Viação Férrea Federal do Leste Brasileiro

Estrada de Ferro Bahia-Minas

Estrada de Ferro Leopoldina

Estrada de Ferro Central do Brasil

Rede Mineira de Viação

Estrada de Ferro Goiás

Estrada de Ferro Santos a Jundiaí

Estrada de Ferro Noroeste do Brasil

Rede de Viação Paraná-Santa Catarina

Estrada de Ferro Dona Teresa Cristina

A Estrada de Ferro de Ilhéus só foi incorporada à RFFSA em 1959 após 2 anos de brigas judiciais entre seus proprietários ingleses e o governo brasileiro. Por motivo desconhecido a Estrada de Ferro de Nazaré só foi incorporada à RFFSA em 1968, sendo erradicada logo em seguida.


Locomotiva abandonada da RFFSA na Estação Leopoldina no Rio de Janeiro.

A Estrada de Ferro Santa Catarina e a Viação Férrea do Rio Grande do Sul encontravam-se arrendadas aos governos dos respectivos Estados, na época, sendo posteriormente absorvidas pela Rede. A Estrada de Ferro Tocantins permaneceu sob regime especial de administração até 1974, quando foi erradicada.

Somente as ferrovias estatizadas pelo governo de São Paulo ficaram de fora da RFFSA, formando em 1971 a estatal Fepasa.

Fonte: Wikipedia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias