Quarta-Feira, 20 de Maio de 2020 - 12:13 (Saude)

L
LIVRE

PARCERIA ENTRE ESTADO E PREFEITURA REALIZA AÇÃO DE COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI EM PORTO VELHO

O novo inseticida tem cheiro de menta, ao contrario do antigo que tinha cheiro incômodo.


Imprimir página

Um novo inseticida conhecido por “Cielo” está sendo utilizado contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. O veneno está sendo aplicado nos bairros da Capital.

A ação de combate ao mosquito é uma parceria da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Desde o início dos trabalhos, no último dia 11, a Agevisa disponibilizou quatro veículos com o equipamento de Ultra Baixo Volume (UBV) acoplados e o novo inseticida Cielo.

“Esse inseticida é recomendado para situações de surtos, epidemias e atividades de bloqueio de transmissão através da redução do vetor Aedes aegypti adulto”, explica a coordenadora estadual do Programa de Controle do Aedes, Bárbara Moura.

Segundo Bárbara, o novo inseticida tem cheiro de menta, ao contrário do antigo produto utilizado, que tinha um cheiro incômodo. A ação está programada para acontecer até o dia 29.

“Contamos com o técnico Josoir Gonçalves, que é o nosso apoiador do controle vetorial da GRS de Cacoal. Ele está coordenando a ação juntamente com o pessoal do município”, enfatiza a coordenadora. “Três motoristas da Agevisa foram designados para contribuir com a ação, mas como tiveram contato com pessoas que testaram positivo para a Covid-19, tiveram que ser afastados, ficando o trabalho a cargo de motoristas da prefeitura”, completa.

A ação é feita no período da manhã, cerca de duas horas antes e depois do sol nascer. Já à tarde é acontece cerca de duas horas antes e depois do pôr do sol. A aplicação é feita conforme a localidade com casos notificados e confirmados pelo município. A prefeitura entrou com a contrapartida do combustível, tanto dos veículos quanto dos equipamentos.

 

Vanessa Farias

Fonte: Secom/gov-ro

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias