Quinta-Feira, 08 de Setembro de 2016 - 22:46 (Colaboradores)

L
LIVRE

NOVA MAMORÉ PODERÁ TER UMA ÚNICA CANDIDATURA A PREFEITO!

Surreal, mais pode ser verdade...


Imprimir página

Por Herbert Lins

No município de Nova Mamoré, localizado na região de fronteira de Rondônia, poderá ter um único candidato a prefeito no pleito eleitoral desse ano. Tal fenômeno ocorre devido às demais forças políticas locais temerem o poder econômico do prefeito Laerte Queiroz (PMDB).

Apenas duas coligações registraram candidaturas. A primeira encabeçada por Laerte, mas que por impedimentos da Lei da Ficha Limpa, barrou seu registro de candidatura. 

O impedimento de Laerte fez com que ele lançasse na disputa em seu lugar, o atual vice-prefeito professor Claudionor Leme (PDT) como candidato a prefeito. Reservando a vaga de vice-prefeito ao obreiro Isaias Fernandes da Igreja Assembleia de Deus e que agora é do PMDB.

Por sua vez, burburinhos crescem entre a população por não saber em quem votar devido à indefinição de quem realmente é candidato a prefeito e vice-prefeito na disputa eleitoral em Nova Mamoré. Nas últimas horas, o professor Joãozinho Clímaco protocolou seu pedido de desistência de candidatura a vice-prefeito a Justiça Eleitoral, ficando o pastor Dejalma sozinho na disputa.

Nesse sentido, o ex-prefeito José Brasileiro (Solidariedade) poderá ser escalado pelos partidos de oposição para entrar no jogo eleitoral e disputar a competição com o atual vice-prefeito Claudionor Leme (PDT). Caso venha ganhar, será o quinto mandato de Brasileiro sufragado nas urnas pelo povo.

Todo esse emaranhando político foi criado pelos próprios grupos políticos locais nas Convenções partidárias para escolha de candidatos a prefeito e vice-prefeito. Os chefes partidários locais não acreditaram que Laerte estava impedido por lei como anunciávamos. Sendo assim, permitiram criar esse quadro de indefinição faltando pouco mais de 23 dias para realização do pleito eleitoral.

Os imbróglios eleitorais criado pelos grupos locais na disputa majoritária pelos cargos eletivos de prefeito e vice-prefeito, assemelham-se ao cenário político das cidades fictícias de Sucupira comandada por Odorico Paragassu - na novela “O bem amado” e de Tubiacanga de Afonso Henrique Lima Barreto - na novela Fera Ferida.

De um lado, temos o prefeito rico com pose de “coronel local” que pode ser rebatizado de “Coronel Cachara” - alusão ao peixe dos rios da região amazônica. Impedido de disputar a reeleição devido a Lei da Ficha Limpa, o fim do seu mandato será marcado por inauguração de uma escola, mas não se sabe se inaugura o hospital e nem o novo cemitério. Todavia, não é por falta de paciente e nem de defunto.

Para desgraça dos históricos do PMDB local, o Coronel Cachara traiu o partido, colocando um poste de outro partido para ser candidato carregando uma raposa nas costas. Na oposição, o pastor Dejalma até então candidato a prefeito, em meio aos seus devaneios de sua intimidade para com Deus, pensava possuir os mesmos poderes de Raimundo Flamel da novela Fera Ferida – que tudo que tocava virava ouro. No caso do pastor, toda mão que ele tocar vai virar votos na urna.

Mas tanto a oposição quanto a situação, esqueceram que existe o Mestre Nicolau em política! Mais adiante eu pergunto: “quem será o coveiro Orestes que conversa com os mortos e fica sabendo de todos os segredos das famílias de Nova Mamoré? Daqui pra frente, temos que ficar atentos, prestar bem atenção para descobrimos, após o término do pleito eleitoral, quem é o novo Dirceu Borboleta e as novas Irmãs Cajazeiras no Palácio 21 de Julho.

Por fim, descobrir quem será o personagem Nezinho do Jegue, defensor fervoroso do Coronel Cachara quando sóbrio, e principal acusador, quando bêbado. Desmascarar o desaforado Juarez Leão do grupo Laerte que promete tapa na cara de todo mundo.  Na oposição: quem será a delegada Dulcineia e o Lulu Gouveia na Câmara de Vereadores? Na imprensa, quem será o Neco Pedreira?  O mundo gira e eu, vou ficando por aqui!

Fonte: Herbert Lins

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias