Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2015 - 14:24 (Cidades)

NOTA OFICIAL DE ESCLARECIMENTO

Inicialmente cabe esclarecer que todos os fatos narrados na matéria são de conhecimento público e notório, com medidas de fiscalização e de saneamento dos problemas apontados tomadas pela PREFEITURA, SANEROM, FUNASA E DEMAIS ÓRGÃOS DE CONTROLE.


Imprimir página

O Prefeito de Rolim de Moura, Sr. Luiz Ademir Schock e a Superintendente da Autarquia de Saneamento de Rolim de Moura – Simone Aparecida Paes vem a público se manifestar sobre a matéria publicada nas redes sociais com o Título – “ TCU ABRE AUDITORIA PARA INVESTIGAR PAGAMENTO DE R$4 MILHÕES POR OBRS NÃO REALIZADAS EM ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO EM ROLIM DE MOURA”.

Inicialmente cabe esclarecer que todos os fatos narrados na matéria são de conhecimento público e notório, com medidas de fiscalização e de saneamento dos problemas  apontados tomadas pela PREFEITURA, SANEROM, FUNASA E DEMAIS ÓRGÃOS DE CONTROLE.

Importante destacar ainda que está em andamento no  Município o processo de tomada de contas especial com o intuito de analisar todo o processo relativo a esta obra, ouvindo as pessoas envolvidas, anexando relatórios e documentos para apurar todas as denúncias envolvendo a obra executada com recursos da FUNASA.

Neste sentido a participação do TCU - Tribunal de Contas da União, é absolutamente natural e necessário, visto ser sua competência a fiscalização na aplicação de recursos públicos federais.

Uma das medidas desencadeadas está a notificação à Empresa Coenco para correção de irregularidades verificadas na execução das obras.

Assim diferentemente do alegado na matéria veiculada, a preocupação da atual gestão e com a correta execução da obra, para garantir funcionalidade do sistema de tratamento de esgoto.

Não há qualquer iniciativa no sentido de realizar ou ajustar pagamentos indevidos, até porque não há a menor possibilidade de ser realizados ajustes nos pagamentos realizados tendo em vista que a prestação de contas já foi encerrada.

Todas as correções a serem realizadas não ira gerar nenhum custo adicional para o Município, sendo que após realizada as correções o Município solicitará a FUNASA uma nova avaliação pelos técnicos sobre a parte física da obra.

Com estas ações entendemos que o Município está cumprindo o seu papel institucional de zelar pelo patrimônio público que foi construído no Município, operando a realizando a manutenção e aguardando o desfecho de todas as fiscalizações que estão sendo realizadas para que se proceda com os encaminhamentos administrativos e judiciais cabíveis.

LUIZ ADEMIR SCHOCK
PREFEITO MUNICIPAL

Fonte: Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias