Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019 - 15:38 (Política)

L
LIVRE

NO AC, DEPUTADO REVELA PLANO MALIGNO DA ENERGISA-RO VIA IMPRENSA PARA DENEGRIR TRABALHOS DA CPI

O suposto plano vem sendo posto em prática graças ao forte investimento da verba de mídia.


Imprimir página

Por Wanglézio Braga
Da Redação do News Rondônia

A reunião dos deputados de Rondônia com parlamentares do Acre, ocorrida na manhã de hoje (11), não provocou apenas em troca de gentilezas como também para fazer alertas importantes. Entre uma fala e outra, o deputado Jair Montes (PTC) que é relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), informou que vem investigando setores da imprensa que estariam recebendo verba de mídia da Empresa Energisa e em troca tenta difamar os trabalhos dos parlamentares.

Sem citar nomes, Jair disse aos acreanos que a concessionária que atende o Acre, Rondônia e Mato Grosso usa setores da imprensa para denegrir a imagem dos deputados e os trabalhos da CPI da ALE-RO. O suposto plano vem sendo posto em prática graças ao forte investimento da verba de mídia.

“A empresa é gigante, começou a triplicar os investimentos em mídia lá em Rondônia. Teve um cidadão lá, um jornalista, que começou a bater na gente e descobrimos que ele tá recebendo R$ 106 mil reais por mês da Energisa de cota de mídia. Eles sabem como ganhar dinheiro e estão usando estratégias diferentes. O mesmo cidadão só não força porque também recebe verbas da Assembleia”, denunciou.

Durante a reunião, ele enfatizou que a população tem fé nos trabalhos da Comissão e que a mesma lançou esperança numa forma de brecar qualquer tipo de abuso promovido pela concessionária. Uma das formas frear os atos abusivos é cessando acordos com o estado e cobrando a dívida avaliada em R$ 1,9 bilhões de reais aos cofres do estado.

“Eu nunca vi a população colocar tanta fé nas CPI como estão fazendo agora. É um clamor popular. Recorreram a tudo e agora estão com nós. Temos que fazer de tudo para não decepcionar. A gente vem arrochando, acochando a Energisa de todas as formas”, enfatizou acrescentando. “Eles [Energisa] vão pagar tudo que nos devem! Dinheiro por dinheiro! Eles são bons cobradores e péssimos pagadores. A Energisa está desesperada, pois quer abater o dinheiro que deve ao governo, mais só nós podemos autorizar isso”.

Jair que é também diretor do Parlamento Amazônico de Minas e Energia sugeriu que a UNALE instalasse uma comissão para acompanhar a essa situação da energia elétrica tendo em vista que o aumento na fatura virou motivo de preocupação nacional. Por fim, ele anunciou que os trabalhos na comissão vão seguir com oitivas com foco na participação popular e da classe empresarial. 

Fonte: News Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias