Sexta-Feira, 22 de Março de 2019 - 16:41 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

MUTIRÃO DE ALUNOS E ÓRGÃOS DE PROTEÇÃO AMBIENTAL CELEBRAM DIA MUNDIAL DA ÁGUA COM LIMPEZA DE CÓRREGO E PLANTIO DE MUDAS

A iniciativa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), com parceria de órgãos estaduais e municipais, desenvolveu a atividade com alunos do Ensino Médio da Escola Estadual Murilo Braga.


Imprimir página

Mãos se uniram em prol do bem único celebrando o Dia Mundial da Água (22 de março) com um ato simbólico de limpeza do Canal dos Tanques e plantio de mudas. A iniciativa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), com parceria de órgãos estaduais e municipais, desenvolveu a atividade com alunos do Ensino Médio da Escola Estadual Murilo Braga.

Mais de 100 mudas de ipê-roxo, seringa e lanterneira foram plantadas com todo cuidado ao redor do canal, entre as ruas Rafael Vaz e Silva e Salgado Filho. Após a coleta de lixos e entulhos deixados à beira e jogados nas margens do córrego, os alunos praticaram o que receberam de conhecimento, de forma voluntária, com foco na responsabilidade do meio ambiente.

“Quando trabalhamos a educação ambiental, trabalhamos a conscientização, mudança de hábitos. O meio ambiente pertence a todos nós”, declarou Fábio França, coordenador de educação ambiental da Sedam.

Por meio do “Com-Vidas”, projeto do Governo Federal, alunos do Murilo Braga são envolvidos em atividades de educação ambiental que os permitem conhecimento extraescolar e os desenvolvem para destaque no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Participante voluntário há mais de quatro anos, o estudante Marcos Vinícius, 14, se interessa pelas causas ambientais. “Sempre que tem alguma ação social, ou reflorestamento, estou ativo participando. Acho que isso agrega no nosso conhecimento, na conscientização, do que vamos passar aos nossos filhos e netos, que é errado jogar lixos em nascentes e rios, desmatar a mata ciliar, que é muito importante”, disse.

Durante o mês de março diversas atividades fizeram a programação de proteção da água e meio ambiente envolver diversos órgãos estaduais e municipais, como a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), Defesa Civil, Agência de Estado da Vigilância em Saúde (Agevisa), Exército Brasileiro, junto à Sedam. “Sentimos que os órgãos têm que trabalhar a educação ambiental e conscientização. Mudanças de hábitos acontecem todos os dias, com constância, de forma que saibam que não pode jogar lixo no córrego, nas ruas dos moradores, trabalhando constantemente para que não seja só porque é proibido e feio, mas que seja transformado em hábito, para mudar o modo de viver”, reafirmou o coordenador da Sedam.

Garrafas pet, pedaços de televisão, sacos plásticos, objetos de vidro, calçados, roupas, dentre tantos outros, foram recolhidos pelo mutirão de educação ambiental e alunos, para dar visibilidade sobre a necessidade dos cuidados com o patrimônio ambiental, que é a água. Para a prática de arborização, o trabalho de consciência teve importância sobre a definição do ato. “Vocês estão plantando uma vida”, declarou Josenilson Alves, integrante da equipe Tatu, do Departamento de Proteção e Conservação Ambiental da Sema, ao explicar os procedimentos para o plantio das mudas. “Quando fazemos esse tipo de ação é para que os alunos se tornem multiplicadores, levem à frente a importância da árvore na vida e o convívio social.”

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias