Quarta-Feira, 03 de Abril de 2019 - 15:48 (Internacional)

L
LIVRE

MULHER DÁ À LUZ EM CIMA DE UMA ÁRVORE ENQUANTO O CICLONE PASSAVA DESTRUINDO TUDO

Não demorou muito para a menina nascer e ela recebeu o nome de Sara.


Imprimir página

Em Moçambique, uma mulher deu à luz quando foi se refugiar das inundações causadas pelo ciclone Idai, ela precisou subir em uma árvore para não se afogar e foi quando percebeu que a criança estava nascendo.

O ciclone Idai já deixou mais de 800 mortos, causando grande destruição em vários países, de acordo com o Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância.

“Estava com meu filho de 2 anos, quando de repente, sem aviso prévio, a água começou a entrar na minha casa (e) não tive outra alternativa a não ser subir em uma mangueira próxima”, revelou a mulher, explicando ainda que não demorou muito para começar a sentir as contrações e ficou desesperada por não ver ninguém por perto para ajudá-la.

Não demorou muito para a menina nascer e ela recebeu o nome de Sara. Algum tempo depois ela foi resgatada e juntamente com os filhos foi encaminhada para um alojamento em Nhamhemba, onde estão mais de 3 mil pessoas.

Beira foi a cidade mais atingida e nesta quarta-feira (03), começou a campanha de vacinação contra o cólera, na tentativa de impedir que a doença mate muitas pessoas, são 900 mil doses que serão distribuídas à população.

Em Moçambique tem quase 2 milhões de pessoas desabrigadas por causa do ciclone, sendo que cerca de 1 milhão são crianças, conforme informou a ONU.

Mais de 90% da cidade de Beira foi destruída, as autoridades não sabem como farão para reconstruir tudo, esta vem sendo considerada como a pior crise humanitária do país africano. Pessoas do mundo todo estão ajudando, mas será preciso um bom tempo para que a população possa voltar à sua rotina.

Fonte: 013 - 1News

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias