Sabado, 21 de Setembro de 2019 - 11:35 (Polícia)

10
Não recomendado para menores de 10 anos

MÃE NÃO ACREDITA EM FILHA E PEDE PARA ELA PERDOAR PADRASTO QUE A ESTUPROU POR 10 ANOS, EM MANAUS

De acordo com a delegada, os abusos iniciaram durante brincadeiras que o homem fazia com a menina para ganhar a confiança.


Imprimir página

“A mãe era conivente. Ela ameaçava a filha e sabia que a adolescente tinha sido abusada sexualmente, chegando a pedir para a jovem perdoasse o padastro” afirmou a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente, na manhã desta sexta-feira (20), durante coletiva de imprensa. Na ocasião, a autoridade policial apresentou para a imprensa o homem, de 39 anos, que teve a identidade preservada, denunciado por estupro de vulnerável da enteada, desde que ela tinha cinco anos de idade. Atualmente, a vítima tem 16 anos.

De acordo com a delegada, os abusos iniciaram durante brincadeiras que o homem fazia com a menina para ganhar a confiança. Ainda segundo Joyce Coelho, ele cometeu os delitos até a menina completar 15 anos.

“Recebemos denúncias anônimas e depois denúncias de familiares dando conta de que essa adolescente vinha sofrendo abuso crônico no seio da família, praticado pelo padrasto, que já tinha uma condenação anterior pelo estupro de vulnerável. O diferencial desta história triste é que a própria mãe entrou em um estado de negação e acabou não trazendo a denúncia, não ouvindo a filha e fazendo ameaças para que ela negasse”, relatou.

O homem foi preso na manhã dessa quinta-feira (19), por volta das 8h, ma Comunidade Parque São Pedro, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Foto: Suzana Martins/Alerta Manaus

Durante a toda a apresentação o homem, que está com a perna quebrada e com pinos, após sobre um acidente, não disse nada para se defender, ficando somente com a cabeça baixa.

Durante o depoimento da adolescente, ela disse aos investigadores que o padastro esperava a mãe sair de casa para cometer o estupro. “Todas as vezes que ela saía de casa para trabalhar, ele abusava da menina que tinha medo de denunciar o crime para a policia” disse a delegada.

A delegada disse ainda que, a vítima relatou que os abusos aconteciam desde os cinco anos, após o padrasto conquistar a confiança da menina, se aproveitando da ingenuidade da criança e fazendo ameaças. Após ela perceber que estava sendo violentada, informou para a mãe, que pediu que ela perdoasse o abusador.

“O depoimento dela e dos familiares são parecidos nesse sentido. Ele foi preso, foi interrogado, indiciado e será recolhido e ficará à disposição da justiça”, disse Joyce Coelho.

Ainda segundo a autoridade policial, o caso só foi revelado para a polícia após familiares decidiram fazer a denuncia, em novembro de 2018. A ordem judicial foi expedida no dia 13 de setembro deste ano, pela juíza Patrícia Chacon de Oliveira, da 1ª Vara Especializada em Crimes Contra Dignidade Sexual de Crianças e Adolescente.

O homem foi preso na manhã dessa quinta-feira (19), por volta das 8h, ma Comunidade Parque São Pedro, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus. Já o crime acontecia na residência da vítima, localizada no bairro Lagoa Azul, na Zona Norte da cidade.

O homem foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEPCA, ele será conduzido ao Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça. Já a jovem vai passar por acompanhamento psicológico.

Fonte: 015 - ManausAlerta

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias