Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019 - 11:49 (Polícia)

16
Não recomendado para menores de 16 anos

LÍDERES DE FACÇÃO CRIMINOSA SÃO MORTOS DURANTE CONFRONTO COM A POLÍCIA

Segundo informações da polícia, a operação teve início no dia 08 de novembro e perdurou até este domingo (10), e tinha como objetivo o Patrulha Fluvial.


Imprimir página

Acre - Dois criminosos, identificados apenas como Loirinho e Isaac, foram mortos durante uma troca de tiros com a polícia às margens do Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre. O fato aconteceu neste domingo (10), durante a Operação Hórus Acre, realizada pela Companhia de Operações Especiais (COE), através do Grupo de Operações Especiais (GOE) e Gefron.

Segundo informações da polícia, a operação teve início no dia 08 de novembro e perdurou até este domingo (10), e tinha como objetivo o Patrulha Fluvial no Rio Juruá e seus afluentes, no intuito de coibir o narcotráfico, bem como ações dos “Piratas do Juruá”, que é um grupo armado que comete roubos a embarcações no trecho fluvial entre Cruzeiro do Sul e Porto Walter.

Na tarde deste domingo, as patrulhas do Gefron e COE estavam escoltando uma embarcação próximo à Nova Cintra, quando se depararam com um barco suspeito e tentaram fazer a abordagem, mas os indivíduos fizeram uma manobra e foram em direção ao barranco do rio.

Na tentativa de fuga a pé, os criminosos efetuaram vários disparos contra os policiais, que reagiram. No confronto, dois criminosos, que, segundo a polícia, eram líderes da facção criminosa “Bonde dos 13”, foram mortos. Um criminoso que também estava com o grupo ainda conseguiu fugir, e mais outro acabou sendo preso e levado à delegacia de Cruzeiro do Sul. A patrulha ainda efetuou a apreensão de duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 12 e uma pistola modelo Colt 45.

Os militares isolaram a área para os trabalhos da perícia criminal. Agentes do Instituto Médico Legal (IML) recolheram o corpo e levaram para a sede em Cruzeiro do Sul, onde foram realizados os devidos exames cadavérico. O caso será investigado pela Delegacia da Polícia Civil de Cruzeiro do Sul.

Fonte: 015 - ContilNet

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias