Sexta-Feira, 11 de Outubro de 2019 - 10:36 (Cidades)

L
LIVRE

LÍDERES DA REGIÃO CENTRAL DO ESTADO REÚNEM-SE EM JI-PARANÁ

Projeto do Sebrae com pessoas engajadas no desenvolvimento regional


Imprimir página

Com 42 participantes, o projeto Liderança Para o Desenvolvimento Regional (LIDER) teve sua sequência de atividades no segundo encontro de Ji-Paraná, nesta quinta (10) e sexta-feira (11), na unidade regional do Sebrae. Com nove municípios integrados na programação, os líderes de Governador Jorge Teixeira, Jaru, Ji-Paraná, Mirante da Serra, Nova União, Ouro Preto do Oeste, Presidente Médici, Teixeirópolis e Vale do Paraíso participaram da abertura dos trabalhos com o facilitador Orestes Pacheco. Orestes pediu que todos se preocupassem com a região de seus municípios como um todo, com a vontade de provocar inciativas de associativismo. Destacou que “Ao caminhar só, se vai mais rápido, mas ao caminhar juntos chegamos mais longe”. Logo depois, Augusto Portugal, um dos criadores da metodologia do projeto, reforçou a premissa e solicitou aos líderes da região central do estado, a manter uma postura participativa em busca de soluções coletivas. Portugal entende que para legitimar as aspirações comuns, estas precisam atender aos nove municípios por completo, não a um município isoladamente.

Ao retomar a condução dos trabalhos, Orestes pediu a opinião dos presentes quanto às impressões causadas pelas atividades do projeto. Para Evaldo Arruda, professor de gestão administrativa da Faculdade Panamericana de Ji-Paraná (Unijipa), trata-se de “um movimento que busca tornar os líderes, deste encontro, multiplicadores de propostas que tragam soluções comuns para toda região central de Rondônia”, “não é um programa de formação de líderes”, completou o professor. Ao que o facilitador Orestes complementou, “Cada vez mais estaremos ao longo da curva de amadurecimento, ninguém consegue pular da fase de criança para a de idoso sem passar pela de adulto e seguir em frente. Torna-se necessário o grupo atingir maturidade progressivamente para que tenha autonomia, então Portugal e eu poderemos entregar a liderança para vocês, a fim de conseguirem a independência do grupo”. O facilitador demonstrou que o desenvolvimento regional é uma grande oportunidade de melhorar o comportamento do líder, desde que deixe as vaidades, porque todos os presentes são muito ouvidos nas comunidades onde atuam, porque têm maiores habilidades que as pessoas que as ouvem. Aqui no encontro esses condutores de processos vão ouvir, porque estarão em contato com pessoas que possuem expertises diferentes e podem acrescentar conceitos mais aprimorados.

O secretário de governo da prefeitura municipal de Ji-Paraná, Carlos Magno, acrescentou que “nos 36 anos de vida pública que tenho, entendo que o projeto LIDER é a demonstração de uma vontade que pode se transformar em realidade, porque são pessoas engajadas no desenvolvimento regional”, concluiu o secretário, que também é diretor executivo do Centro Universitário São Lucas.

A palestra de Antônio Batista, CEO da Vitadigital Soluções do Rio de Janeiro, RJ, partiu da proposição de Orestes Pacheco, “por que caminhar juntos e chegar mais longe”. Batista argumentou que o futuro do desenvolvimento socioeconômico é composto de futuros possíveis indesejáveis e futuros possíveis desejáveis. “Se o futuro é imprevisível e incerto, o amanhã é criado a partir do que se deseja fazer, e o líder é uma plataforma para desenvolver o progresso por meio da construção de um futuro melhor”. Essas posturas prenderam a atenção dos líderes que depois da palestra fizeram várias perguntas e ficaram muito satisfeitos em participar desse movimento. As atividades de sexta-feira seguem a metodologia do projeto e deixam várias atribuições para serem realizadas pelo grupo.

Para saber mais sobre as ações Sebrae ligue para 0800 570 0800, ou acesse o site.

Fonte: 015 - Dayan Cavalcante Saldanha

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias