Quarta-Feira, 08 de Maio de 2019 - 18:40 (Política)

L
LIVRE

LEO MORAIS ESCLARECE QUE NÃO PEDIU APOSENTADORIA ESPECIAL

O esclarecimento acontece após repercussão da reportagem assinada pelo jornalista Luan Sperandio, de Curitiba, do Jornal Gazeta do Povo.


Imprimir página

A Assessoria de Comunicação do deputado Leo Morais (PODEMOS) entrou em contato com o News Rondônia para fazer um esclarecimento importante de que o parlamentar não teria solicitado aposentadoria especial, ou seja, que renunciou ao Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC) conforme publicado na semana passada por um veículo de comunicação e repercutida nesta semana por nossa redação.

O esclarecimento acontece após repercussão da reportagem assinada pelo jornalista Luan Sperandio, de Curitiba, do Jornal Gazeta do Povo, que incluiu Leo Morais, Mariana de Carvalho (PSDB) e Silvia Cristina (PDT), de Rondônia, como os três deputados da lista de 198 que querem aposentadoria especial tendo em vista a repercussão da Reforma da Previdência. A reportagem de Sperandio foi baseada em dados obtidos a partir da Lei de Acesso à Informação consultado até 26 de abril.

Com cópia de documentos e ofícios, a equipe apresentou ao News Rondônia que Leo Morais abriu mão no dia 23 de abril desse benefício antes mesmo da votação da Reforma proposta pelo Governo Bolsonaro, do PSL, na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) na qual votou pela admissibilidade do texto.

“Léo Moraes tomou esta decisão cumprindo com o que prometeu durante a campanha, lutando contra privilégios da classe política, abrindo mão de outros benefícios, como o auxílio mudança, telefone e carro oficial, por exemplo. Atualmente, é o parlamentar de Rondônia que menos custa aos cofres públicos, com 100% de presença nas sessões plenárias da Câmara dos Deputados. O deputado Léo Moraes, em nenhum momento, se manifestou contrário ou favorável ao texto da Reforma da Previdência. Sabendo que o atual texto afeta larga e diretamente a população, o deputado decidiu abrir rodas de debates em Rondônia para ouvir a opinião da sociedade acerca da reforma, identificar os pontos que podem ser melhorados do texto e propor as mudanças na Comissão Especial, na qual é membro titular, sendo o único parlamentar de Rondônia com voz ativa na comissão. Léo Moraes já se manifestou contrário a alguns pontos, como a proposta do Benefício de Prestação Continuada, o pedágio para os servidores públicos, a instituição de um período mínimo de contribuição para o trabalhador rural e o aumento da idade mínima para as mulheres trabalhadoras da educação. Por conta disso, já apresentou emendas no texto, que serão analisadas pelos parlamentares da Comissão Especial”, diz a nota.

Fonte: NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias