Terça-Feira, 09 de Abril de 2019 - 10:31 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: NOVELA FOR DO MARACUJÁ TEM MAIS UM CAPÍTULO

Sexta-feira passada os dirigentes de grupos folclóricos se reuniram para deliberar sobre o encontro que tiveram com o superintendente da Sejucel, no teatro Guaporé no dia 02 deste mês.


Imprimir página

Novela For do Maracujá tem mais um capítulo. Sexta-feira passada os dirigentes de grupos folclóricos se reuniram para deliberar sobre o encontro que tiveram com o superintendente da Sejucel, no teatro Guaporé no dia 02 deste mês.

Na reunião da Federon foi gerado uma Ata na qual todos os grupos presentes, se comprometeram a apoiar a Federon sobre a Coordenação (gerenciamento) do Arraial.

Acontece que a proposta da Sejucel é tirar a administração do Arraial da Federon e mais sem oferecer nada em troca, aos grupos folclóricos. Esse foi o ponto crucial. Inclusive impedindo a Federon e qualquer outra entidade de comercializar os espaços para montagem de barracas, parque de diversão, patrocínio da cervejaria etc.

Estes espaços seriam cedidos a intuições filantrópicas. Vale salientar que o Custo da Montagem do Arraial superar os CEM MIL REAIS. Independente da Estrutura que o governo sempre colocou.

Ontem segunda feira dia 08, a direção da Federon compareceu a sede da Sejucel e protocolou a ATA inclusive com Registro em Cartório e então o Superintendente convocou os mesmo para uma reunião, para discutir o teor da ATA.

Essa reunião começou por volta das 10 horas e só terminou após as 13h30.

Alguma coisa mudou sobre a participação da FEDRON, por exemplo a gerencia das apresentações dos grupos fica com a Federação, porém, o que ainda está pegando é sobre a cobrança dos espaços das barracas, estacionamento etc. É o gerenciamento do FINANCEIRO.

Quer dizer, A Sejucel não apresentou solução financeira, para que os grupos se apresentem condimente no Flor do Maracujá deste ano

Após saírem da Sejucel, os folclóricos continuaram a análise da proposta da Sejucel, já no Marcado Cultural.

Até o fechamento dessa coluna por volta das 16h30, a reunião não havia sido encerrada.

A diretoria da Federon prometeu enviar nota oficial a respeito da decisão dos grupos.

Pergunta-se: O governo do estado vai se responsabilizar pela montagem das barracas, sem cobrar um tostão das entidades filantrópicas.

Quem vai garantir a instalação de energia elétrica para as barracas, água, taxa de bombeiros, seguro de vida

Pelo que estamos vendo, só quem não terá recurso para se apresentar no Arraial são os grupos folclóricos. Quer dizer quem faz a festa, não tem direito a nada.

O que o amigo leitor pensa sobre tudo isso?

Já que estamos falando em Arraial. Vem o Flor de Cacto as inscrições estão abertas aos grupos que quiserem participar.

A premiação no Flor de Cacto é razoável, R$ 15 MIL que serão rateados até o sétimo colocado. O responsável pelas inscrições é o Joãozinho Alves que está atendendo na sede da Federon no Parque dos Tanques.

Quem está com boa programação também, é Junina Jucadiro. Dia 20 a Noite das Alianças com várias atrações, inclusive a Rainha do folclore do boi Caprichoso e o DJ Evaldo Gonçálves.

Angella Schilling comunica - Estou dando início á uma NOVA ERA nas artes plásticas em Porto Velho. Oferecendo um curso de Xilogravura CONTÍNUO através da ESCOLA DE ARTE TÉOS, no ATELIÊ de arte SÃO TIAGO MAIOR!!!

Uma boa oportunidade para quem quer aprender e se aprofundar à esta técnica, a mais democrática das artes visuais.

Usada por grandes artistas de todas as épocas quando descobriram o forte poder de divulgação que está proporcionava.

Inscrições sempre abertas. Ao lado da Casa de Cultura e-mail: escoladearteteos@gmail.com fone: (69)  9 9312-1501 whats

Fonte: 015 - Silvio Santos / NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias