Domingo, 08 de Dezembro de 2019 - 10:56 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: DIA NACIONAL DO SAMBA

Agora, espetáculo mesmo, foram as apresentações das escolas de samba Unidos da Rádio Farol; Acadêmicos da Zona Leste; Asfaltão; Império do Samba e Acadêmicos do São João Batista.


Imprimir página

Foi realmente espetacular, a presença do público na festa em comemoração ao Dia Nacional do Samba que aconteceu ontem 07, no Calçadão Manelão em frente ao Mercado Cultural.


Isso prova que se o poder público apoiar, temos público para o segmento samba em Porto Velho. O público aplaudiu na noite de ontem 07, shows com a turma do Samba Autoral; Damas do Samba que contou com a participação das cantores Iná, Carol Aguiar e Sara Soul que foi considerado por muitos, como o melhor da noite, apesar da apresentação do Beto Cezar ter sido bastante aplaudida.


Agora, espetáculo mesmo, foram as apresentações das escolas de samba Unidos da Rádio Farol; Acadêmicos da Zona Leste; Asfaltão; Império do Samba e Acadêmicos do São João Batista.


Nossas escolas de samba além de mostrar, que têm público garantido, abriram a temporada de rivalidade, principalmente entre Asfaltão e João Batista, porém, quem deu mais bronca pela demora da apresentação da Asfaltão foi a direção da Zona Leste. Os caras ficaram impacientes e cobravam do presidente da Fesec que encerrasse o show da Preto e Amarelo teve quem comentasse, ele não para essa apresentação porque faz parte da Escola.


O bicho tava pegando nos bastidores, muitos vasinhos integrantes da Acadêmicos da São João Batista também não gostaram, quando o interprete oficial da escola Claudiomar Rocca (Banana), abriu a apresentação  cantando um samba que exalta o Flamengo.


Talvez ele estivesse querendo agradar o presidente da Funcultural Antônio Ocampo Fernandes que é rubro-negro "Roxo". Só que o diretor de cultura da entidade o Eudes Claudino é Vascaíno.


As duas escolas, Asfaltão e São João Batista com as devidas desculpas as demais, mostraram que são as melhores de Porto Velho.


Sinceramente, se as apresentações estivessem sendo avaliadas por uma Comissão de Jurados, o páreo não seria fácil. Inclusive, as duas Baterias. Tanto a Pura Raça do Asfaltão como a Treme Terra da São João Batista presentearam o público com show espetacular.


O que provocou o comentário do presidente da Fesec no encerramento das comemorações: "Espetáculo como esse que você acabou de assistir, só se repetirá no dia 29 de fevereiro com os desfiles das escolas de samba". Eu concordo!


Muitas pessoas me abordaram perguntando: "Zekatraca por que será, que esse tipo de apresentação não acontece com frequência, Porto Velho precisa de mais eventos como esse".


É a pura verdade, se nossas autoridades culturais não realizam mais eventos como o que aconteceu sábado dia 7, no Mercado Cultural com medo de não dar ninguém, a festa para o Dia do Samba mostrou que não é nada disso, o público gosta e prestigia em massa esse tipo de evento.


Senhores da Funcultural, o Mercado Cultural precisa ser mais utilizado com esse tipo de espetáculo.


Aproveito a oportunidade, para me desejar FELIZ ANIVERSÁRIO de 73 anos de idade. Obrigado Senhor Meu Deus!

Fonte: Ze Katraca/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias