Domingo, 08 de Setembro de 2019 - 11:26 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: DESFILE 7 DE SETMBRO

Apesar de estar acostumado, até por força do ofício, a cobrir os desfiles todos os anos, todo ano me emociono, principalmente quando as FANFARRAS fazem suas apresentações.


Imprimir página

Depois de passar o dia na Vila Calderita curtindo o Festival de Praia que acontece até amanhã, sob a coordenação de várias secretarias municipais e Funcultural.


Vou curtir a partir das 17 horas deste sábado, a Famosa Parada de Sete de Setembro que vai acontecer na avenida Imigrante.


Devo confessar que sou vidrado em desfile de 7 de Setembro, principalmente pelos desfiles escolares. Apesar de estar acostumado, até por força do ofício, a cobrir os desfiles todos os anos, todo ano me emociono, principalmente quando as FANFARRAS fazem suas apresentações.


Minha trajetória estudantil marca minha presença tocando ou batendo surdo na Fanfarra. A Fanfarra da qual participei em mais anos, foi a do Colégio Modelo/Presidente Vargas que funcionava no prédio da Escola Normal Carmela Dutra. A fanfarra era integrada por nossa turma que tinha Ivan Veloso, Gilson e Hilton Macedo Dias, Luiz Simplício, Gudmar, Manelão, João Ramiro Carvalho entre outros.


Lembro que em determinado 7 de Setembro nosso instrutor professor Câmara Leme fez uma proposta; Se a gente tocasse para os alunos dos colégios Primários desfilarem ele pagaria uma Grade de Cerveja no Bar Plaza.


Os desfiles aconteceram na rua Pinheiro Machado entre a Júlio de Castilho e Presidente Dutra sentido Praça Aluízio Ferreira. Só sei que passamos a tarde degustando a grade cerveja patrocinada pelo Câmara Lema que também participou da bebedeira.


Naquele tempo, quando os desfiles terminavam, praticamente todos os alunos de todos os colégios iam para a Praça Rondon onde ficavam pousando para os fotógrafos do Foto Pereira e do Foto Natal.


Na semana após a Parada de 7 de Setembro as fotos ficavam expostas em variais as portas dos dois estúdios de fotografia. Era muito legal.


Depois a concentração dos estudantes passou a ser após os desfiles, na Praça Aluízio Ferreira, aí os desfiles aconteciam na avenida Farquar.


No tempo da Praça Rondon os desfiles eram na Presidente Dutra. De alguns anos pra cá passaram a acontecer na avenida Imigrantes onde não existe nenhuma praça nas imediações o que obriga todo mundo ir pra casa após a 'Parada'.


Hoje também começa o Palco Giratório do Sesc. A abertura será no Parque da Cidade e a peça que será apresentada é "O Palhaço de La Mancha", da Companhia de Artes Cênicas do Amazonas. A peça começa a ser encenada às 18 horas.


ÀS 20 horas – a Cia Suave/Alice Ripoli do Rio de Janeiro apresenta no Teatro 1 do Sesc Esplanada a peça CRIA. A indicação é 14 anos.


Domingo (8) o Palco Giratório apresenta: "Aquelas: Uma dieta para caber no mundo" com a Cia Manada Teatro – do Ceará às 20 horas no Sesc Esplanada


Segunda-feira (9), a programação aponta - Naquele bairro encantado - episódio 1: Estranhos visitantes com a Cia Teatro Público – MG. Na Avenida Amador dos Reis às 10 horas da manhã.


Com as apresentações das Juninas Juabp e Rosa Divina na noite deste sábado, Termina o Concurso de Quadrilha do Arraial Flor de Candeias. As apresentações começam às 21 horas. Após a dança das quadrilhas uma banda de forró anima os presentes até às 2 horas da madrugada.


O resultado do Concurso de Quadrilha Junina do Flor de Candeias será conhecido amanhã domingo (8). O Vencedor vai levar a premiação de R$ 3 MIL. Na realidade a premiação total oferecido pela prefeitura é de R$ 6 Mil divididos entre os três primeiros colocados.


Legal é que a Sejucel está transmitindo ao vivo as apresentações do Flor de Candeias todas as noites pela sua fan page no facebook.

Fonte: Ze Katraca/NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias