Sabado, 26 de Janeiro de 2019 - 10:05 (Colaboradores)

L
LIVRE

LENHA NA FOGUEIRA: DEPOIS DA SUPERFESTA DE ANIVERSÁRIO DE PORTO VELHO, ESTAMOS QUASE VOLTANDO AO NORMAL

Quando escrevo quase, é porque, ontem também foi feriado (ponto facultativo) e a única coisa que aconteceu mesmo, foi a falta de ônibus.


Imprimir página

Depois da superfesta de aniversário de Porto Velho, estamos quase voltando ao normal. Quando escrevo quase, é porque, ontem também foi feriado (ponto facultativo) e a única coisa que aconteceu mesmo, foi a falta de ônibus.

SIM! Após anunciarem o término da greve, os dirigentes do Sistema Integrado Municipal que administra ou mantém a frota que atende a população de Porto Velho, disse que não colocou todos os ônibus circulando, porque não dispõe de recursos financeiros para abastecer os carros.

A população que se lasque! Será que esse povo não apura o suficiente com a venda de passagem para os 45 Mil passageiros/DIA, que utilizam o transporte nesse tempo de recesso escolar? Como esse negócio, é briga de cachorro grande, é melhor deixar pra lá.

Olha só, a festa em comemoração aos 104 anos de instalação do município de Porto Velho, que alguns andaram criticando, só porque a prefeitura colocou no palco três Bandas de Rock, foi o maior sucesso. Sinceramente, só vi tanta gente no Calçadão Manelão em três eventos: Ensaios do Galo da Meia Noite, Baile Municipal na abertura do carnaval de 2018; Festa em comemoração ao aniversário de criação do município de Porto Velho, no dia 2 de outubro do ano passado; Tributo ao Menestrel – Sílvio Santos em dezembro de 2018 e agora na festa pelos 104 anos de instalação de Porto Velho.

A festa de quinta feira, provou que o porto-velhense também adora o ritmo do rock, basta lembrar que o Calçadão Manelão estava repleto de pessoas mais experientes na idade e não apenas a juventude, aliás, poucos foram os jovens que prestigiaram o evento.

Acho até, que o público que compareceu, foi para confirmar seu amor por Porto Velho, teve gente que chorou emocionado com a apresentação das bandas, em especial, do Grupo do Mauro Araújo, um espetáculo musical diferente de tudo e que foi bastante aplaudido.

Muitos admirados com a participação ao mesmo tempo, de dois bateristas em suas baterias, acompanhando o piano mágico do Mauro. Catatau e Júnior Lopes. “Eles não erram uma”, comentou um senhor ao meu lado.

Muitos elogios também, para as Bandas de Rock que se apresentaram. “As letras e as músicas são muito boas” comentava o baterista Erick Bennesby roqueiro de primeira e irmão do guitarrista e apresentador de TV, jornalista Marcelo Bennesby.

Olha só essa nota postada pelo meu amigo Fábio de Góis: “Atenção meus amigos, 2019 chegou cheio de novidades. Visando realizar em nossa capital a manifestação folclórica na mesma data do carnaval. Vamos realizar a terceira edição do Projeto “Encontro dos Povos” com a banda Lokomotiva Ritmada”.

Essa festa vai acontecer amanhã (domingo 27), na Associação Salve Jorge da Vila Tupi em Porto Velho a partir das 19h30.

Thiago Paiva e Fábio de Góis vão interpretar toadas dos bois Garantido e Caprichoso de Parintins assim como toadas de Bois de Porto Velho.

O convidado especial, é nada mais nada menos, que o grande músico, cantor e compositor Paulinho Rodrigues. Faz algum tempo que não temos o prazer de ouvir Paulinho cantando toada de boi bumbá, amanhã teremos novamente esse privilegio.

Paulinho Rodrigues por muitos anos, apresentou espetáculos com sua Banda Wakumã onde a música andina era o carro-chefe, sem esquecer as toadas de sua autoria.

Com certeza amanhã, na Associação Salve Jorge a festa vai ser das melhores, Fábio de Góis, Thiago Paiva, Paulinho Rodrigues e Banda Lokomotiva Ritmada.

Será uma espécie de Carná-Boi festa criada ha muito tempo, pelo Paulinho Rodrigues. Estarei lá com minha cunhã poranga Ana Célia.

Fonte: 015 - Silvio Santos / NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias