Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019 - 16:42 (Meio Ambiente e Ecologia)

L
LIVRE

LAUDO APONTA INEXISTÊNCIA DE BARRAGEM EM ÁREA INUNDADA NO MÊS DE MARÇO NO MUNICÍPIO DE MACHADINHO D’OESTE

O perito explicou, que em razão das chuvas muito intensas ocorridas na região, no dia 29 de março deste ano ocorreu o estouro dessas cavas e, consequentemente, um deslocamento de intenso volume de água


Imprimir página

O que anteriormente foi noticiado como rompimento de uma barragem no distrito de Oriente Novo, município de Machadinho do D’Oeste, a 350 quilômetros de Porto Velho, foi descartado pelo laudo da Polícia Técnico-Científica de Rondônia, assinado pelo perito criminal Cláudio Gomes da Silva, engenheiro civil e membro do Comitê Brasileiro de Barragens.

De acordo com o laudo de perícia oficial, trata-se de uma área de mineração desativada, que passou por um processo de lixiviação, ou seja, deslocamento de minerais presentes na superfície do solo, seguido de peneiramento, o que ocasionou várias cavas resultantes de processo erosivo típicas do método de mineração “a céu aberto”.

O perito explicou, que em razão das chuvas muito intensas ocorridas na região, no dia 29 de março deste ano ocorreu o estouro dessas cavas e, consequentemente, um deslocamento de intenso volume de água – de maneira descontrolada – que causou a destruição de pontes e aterros, deixando várias famílias isoladas e danificando a fauna e a flora da área atingida. O laudo encaminhado à Polícia Civil aponta ainda que no local não existia qualquer “obra de terra” que possa ser caracterizada cientificamente como barragem de rejeito.

Fonte: 015 - Secom - Governo de Rondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias