Terça-Feira, 10 de Dezembro de 2019 - 13:23 (Política)

L
LIVRE

JÚNIOR CAVALCANTE É CONTRA O FUNDÃO ELEITORAL

Com esse orçamento o fundão eleitoral irá tirar recursos públicos da saúde e educação, para financiar campanhas políticas em todos os municípios do país.


Imprimir página

Parlamentares de vários partidos rejeitaram no plenário um veto do presidente Jair Bolsonaro e depois, na Comissão Mista de Orçamento da Câmara, elevaram a gastança prevista para 2020 de R$ 2 bilhões para R$ 3,8 bilhões.

Com esse orçamento o fundão eleitoral irá tirar recursos públicos da saúde e educação, para financiar campanhas políticas em todos os municípios do país.

“É uma aberração. Jamais votaria favorável a uma matéria dessa natureza. Não cabe a nós vereadores legislar sobre o assunto, porém, não poderia deixar de me posicionar diante de uma situação como essa”, comentou o vice-presidente da câmara municipal de Porto Velho.

Fonte: Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias