Quinta-Feira, 06 de Setembro de 2018 - 17:43 (Entrevistas )

L
LIVRE

IVETE SANGALO CITA DIFICULDADE PARA RETOMAR VIDA SEXUAL

Segundo a cantora, o corpo fica totalmente dedicado às filhas: 'Você se doa fisicamente mesmo


Imprimir página

Ivete Sangalo entregou que tem encontrado dificuldade para retomar a vida sexual com o marido, Daniel Cady, com quem trocou beijos em um vídeo, quase sete meses após o nascimento das filhas gêmeas, Marina e Helena. “A cabeça está cheia de hormônios e é horrível. Você só pensa nas crianças. Mas você tem que dizer: segura as pontas aí, irmão, porque quando eu voltar também, eu vou voltar bem leoa”, explicou em entrevista à revista “Crescer”. Segundo a baiana, o corpo fica dedicado integralmente às meninas no pós-parto: “Você se doa fisicamente mesmo. Os filhos estavam na barriga, tira o filho da barriga, o peito você amamenta. Tem também a questão hormonal. 

Cantora cita importância da compreensão do marido: ‘Precisa entender’

Para a cantora, a compreensão e o apoio do parceiro são fundamentais para atravessar esse período delicado. “Ele precisa entender que do ponto de vista hormonal e emocional a mulher está vivendo muitas transformações”, refletiu. A cantora ainda se divertiu ao lembrar de momentos em que estava com falta de libido: “O marido e a televisão estão ali lado a lado. O filme está ganhando, sabe?”.

Baiana conta técnica para acalmar filhas: ‘Converso e falo do meu trabalho Com uma rotina agitada com as filhas, a cantora entregou que, às vezes, tem que usar truques para acalmar as irmãs de Marcelo, que completa 9 anos no próximo mês: “Eu sempre faço com as minhas filhas um ‘dengo Bahia’ mesmo, que é uma shantala que faço com elas. Eu faço todos dias. Converso, falo do meu trabalho, conto a elas. E elas têm aquele negócio. As pessoas acreditam que não. Às vezes, elas estão agitadinhas e eu faço essa massagem. Eu seguro, eu faço dengo, eu converso. Falo de mim, falo do que o pai faz, o que o irmão está fazendo”. A jurada do “The Voice Brasil” disse que já nota o crescimento das crianças: “Eu percebo uma evolução delas no dia a dia. Até no crescimento físico, na independência, na maneira de olhar… É impressionante.

Fonte: 018 - diariodaamazonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias