Quarta-Feira, 15 de Janeiro de 2020 - 20:30 (Colaboradores)

L
LIVRE

INSPIRAÇÃO: BACHAREL EM DIREITO E ACADÊMICO DE MEDICINA ABRE SORVETERIA EM PORTO VELHO

Não satisfeito com a vida monótona que poderia ter, aos 23 anos, iniciou medicina na cidade de Mauá em São Paulo.


Imprimir página

Aos 22 anos de idade, Thiago Araújo concluiu seu primeiro curso superior e se tornou bacharel em direito e, com isso, começou sua carreira jurídica trabalhando em um escritório de advocacia. Não satisfeito com a vida monótona que poderia ter, aos 23 anos, iniciou medicina na cidade de Mauá em São Paulo.

"Desde pequeno eu sempre dizia que me formaria em direito e medicina. Não sei o porquê essa minha vontade, mas eu tinha. Meus amigos duvidavam de mim, foi então que eu decidi começar medicina assim que eu conclui direito", explica Thiago.

No entanto, essa necessidade de querer algo novo para sua vida ainda mexia com sua cabeça e fazia com que ele se sentisse incompleto e por isso não parou por aí.

Andando pela grande São Paulo, ele viu diversos empreendimentos que poderiam ser novidade na capital rondoniense, entre eles, o que chamou mais sua atenção, foi uma sorveteria com fabrica própria e sorvetes de diversos formatos e tendencias.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

De todos os dotes, esse é um dos meus preferidos. 💙

Uma publicação compartilhada por Thiago Araújo (@thiagoararipe) em

"O que eu poderia fazer de diferente, em Rondônia, que fizesse com que a pessoa fosse em minha sorveteria e o que eu teria de diferente além dos sorvetes saborosos? Então que veio a ideia, baseado nas experiências positivas que tive em São Paulo, de uma sorveteria com produtos de diversos lugares diferentes todos unidos em um só lugar", afirma Thiago.

Após isso, surgiu a marca Di Sapore Sorvetes, orgulhosamente porto-velhense que vem estampado em seus produtos imagens de pontos turísticos valorizando a terra e registrando da onde a marca nasceu.

"Todo mundo me pergunta se é franquia, pela marca, o ambiente, os produtos, a logo, mas eu digo que não é e pra deixar registrado eu coloco imagens de Porto Velho, pra valorizar aqui, afinal, foi aqui que ela surgiu", conta.

A Fabrica em si existe desde 2017, mas trabalhava apenas com distribuição e ficava sempre na mesmice. A ideia dos produtos e da loja física partiu do próprio Thiago. “A fábrica é trabalhada e pensada diariamente em família, com seus pais e irmãs. Para eles a família é a base de todo negócio de sucesso. Sem o apoio e a base de seus pais, nada disse estaria sendo possível. Com esse trabalho em conjunto com sua família, tudo está esse sonho começou a se concretizar.”

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Só pra lembra que dia 22 o nosso sextou já tá marcado ein rapaziada! Amo vcs igual ao que amo esse Bubble Waffle 😍❤️

Uma publicação compartilhada por Thiago Araújo (@thiagoararipe) em

A sorveteria inaugurou no ano de 2019 e apesar de ser apenas o começo, o jovem empreendedor já pensa no futuro. "Meu objetivo é torna-lá uma franquia, no Brasil e no mundo, quero distribuir para todos os lugares, além de inovar ainda mais os sabores do sorvete e investir em comodidade para os clientes. Quero ser advogado, médico e empresário'', contou sorrindo.

A vida de empreendedor com a vida acadêmica

Thiago conta que consegue reservar um tempo pra tudo: "Eu acordo todo dia bem cedo, estudo, vou pra empresa e ainda consigo tirar um tempo pra ir pra balada. Tudo isso é questão de organização. Me organizando, consigo fazer tudo o que eu preciso e quero. Dizer que não tem tempo é mentira. Quando se quer. Dá um jeito".

Fonte: Juan Pantoja - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias