Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019 - 09:50 (Colaboradores)

L
LIVRE

ÍNDIOS KAXARARIS VOLTAM À PORTO VELHO E DESSA VEZ VÃO ACAMPAR NA SEDE DA PREFEITURA

Segundo os caciques que estão a frente do movimento, as promessas não cumpridas na ocasião da ocupação da câmara no inicio do mês, fez com que eles decidissem em retornar, assim como está acontecendo com moradores e comerciantes de União Bandeirantes que devem ocupar a Câmara com mais de mil manifestantes.


Imprimir página

Indígenas de nove aldeias Kaxarari da Ponta do Abunã e que acamparam na Câmara Municipal de Porto Velho para pedir melhoria nas estradas de acesso às aldeias e também pediam uma melhor energia elétrica nas comunidades e o retorno imediato do transporte escolar rural, estão se preparando para voltar, e dessa vez com promessa de acampar na sede da prefeitura do município.

Os indígenas ocuparam a Câmara no dia 05 deste mês de novembro e de imediato conseguiram que a sessão ordinária daquele dia fosse suspensa para que os vereadores se desdobrassem para resolver os problemas das suas comunidades.

Vária reuniões e promessas foram feitas, e os indígenas "deram um voto de confiança," mas como sempre, ficaram só na promessa...

"Caldeira, estivemos ai em Porto Velho fazendo uma ocupação pacifica, sem baderna, sem tumulto e respeitando a todos, mas parece que nossos representantes acharam que essa passividade era sinal de que somos bobos...fizeram promessas, nos deram papel com assinaturas de vereadores e secretários e viemos embora, e ficou só nisso...e é por isso que estamos voltando e vamos ocupar a sede da prefeitura." Foi assim a minha conversa com um dos caciques que está a frente do movimento.

Portanto, segunda-feira, a câmara de vereadores deve amanhecer ocupada por manifestantes de União Bandeirantes e a sede do município pelos índios Kaxararis.

Moradores da Vila da Penha e linha 67 também estão se organizando para acampar na câmara.

Fonte: 015 - Carlos Caldeira/NewsRondonia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias