Quinta-Feira, 06 de Dezembro de 2018 - 11:46 (Polícia)

L
LIVRE

HOMEM VIRA REFÉM DE QUADRILHA QUE USAVA MULHERES PARA SEDUZIR

Somente após 5 horas o trabalhador foi resgatado por agentes da Polícia Rodoviária Federal que faziam trabalho de fiscalização na região.


Imprimir página

Um caminhoneiro de 53 anos passou momentos de terror na mão de bandidos, próximo à cidade de Comodoro (MT) a 110 km de Vilhena, nesta terça-feira (4). A vítima teve o caminhão roubado e foi mantida refém em meio ao matagal às margens da BR-174. Somente após 5 horas o trabalhador foi resgatado por agentes da Polícia Rodoviária Federal que faziam trabalho de fiscalização na região.

De acordo com a vítima, os criminosos anunciaram o assalto por volta das 5h30, quando se deslocava entre Comodoro e Nova Lacerda, ambas no Mato Grosso. Um dos bandidos o levou para o cativeiro enquanto os demais comparsas seguiram com o caminhão.

O caminhoneiro foi resgatado por volta das 10h30, no momento em que uma equipe da PRF realizava abordagem a outro veículo. A vítima relatou que saiu correndo em direção a rodovia assim que os criminosos ouviram a sirene da viatura e fugiram pela mata.

Buscas foram feitas no local, mas o sequestrador que vigiava a vítima não foi encontrado. O veículo Mercedes Benz 1938, placas de Pimenta Bueno, carregado de refrigerante, foi recuperado pela Polícia Civil, em Comodoro (MT).

Na sequência deste crime, cinco pessoas foram presas suspeitas de integrarem uma associação criminosa que praticava roubos de cargas na região de Comodoro. O grupo é residente na cidade de Cuiabá (MT) e se deslocava para o Interior do Estado com o objetivo de cometer os assaltos.

As investigações apontaram que duas mulheres, Gresiane Teixeira e Michele dos Santos, eram as responsáveis por abordar os motoristas de caminhão, solicitando carona ou oferecendo programas sexuais. Elas agiam em conjunto com os comparsas identificados como Rafael Pereira, João Jose da Costa, e Saturnino da Silva, conhecido como “Maranhão”.

O trabalho de investigação foi coordenado pelo delegado Gilson Silveira do Carmo, mobiliando equipes de Comodoro e da regional de Pontes e Lacerda (MT), com apoio da Polícia Militar de Comodoro.

As investigações tiveram início justamente após um caminhoneiro pimentense, acompanhado da Polícia Rodoviária Federal (PRF), noticiar na Delegacia o roubo de seu caminhão.

Durante todo o dia, diversas diligências foram empreendidas objetivando a recuperação do caminhão e a prisão dos envolvidos. O veículo e a carga de refrigerantes foram recuperados.

As investigações prosseguem pela Delegacia de Polícia de Comodoro para identificar a atuação de um comparsa, residente no município e já identificado, que teria prestado apoio aos demais criminosos vindos da Capital matogrossense, e também apurar se o grupo agiu em outros roubos similares cometidos na região.

O delegado Gilson Siveira do Carmo explica que todos os detidos foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado por emprego de arma de fogo, concurso de agentes e restrição da liberdade da vítima. “É importante salientar que são pessoas acostumadas a práticas de crimes, alguns com passagens por roubo. O suspeito Rafael, por exemplo, tinha mandado de prisão em aberto, expedido recentemente (em 09/11) da Terceira Vara Criminal de Cuiabá.

Os presos serão apresentados em audiência de custódia, ainda não marcada, ficando à disposição do Judiciário.

Fonte: 030 - diário da amazônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias