Livre

HOMEM APONTADO COMO MANDANTE DA MORTE ‘CHICO PERNAMBUCO’ CONTINUA FORAGIDO

A execução do politico de Candeias do Jamari teria partido dele.
Quinta-Feira, 18 de Maio de 2017 - 09:23

Dois meses do assassinato do prefeito de Candeias do Jamari, Francisco Vicente de Souza, o “Chico Pernambuco”, morto a tiros no dia (18) de março, a Polícia Civil de Rondônia conseguiu prender cinco suspeitos. Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema, apontando como mandante, continua foragido.

Os acusados presos foram identificados como: William Costa Ferreira, Henrique Ribeiro Oliveira, Diego Nagata Conceição e Yasmin Xavier. O quinto suspeito Marcos Ventura, foi detido quatro dias após o assassinato. Com o homem a Polícia encontrou a arma usada para matar Pernambuco.

Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema, primo do prefeito LuizIkenohuchi continua sendo procurado pela policia. Nas investigações da delegada do caso, keity Mota, Katsumi tem fortes indícios que o ligam a morte de Chico Pernambuco. A execução do politico de Candeias do Jamari teria partido dele.

A polícia civil apontou nas investigações, que um dos motivos que levaram Katsumi a mandar matar Chico Pernambuco, estaria na quebra de um acordo feito entre ele e a vítima, durante a campanha de 2016.

No contrato, Chico Pernambuco pagaria a divida da sua campanha, cedendo duas secretarias, de Educação e Agricultura. A tia do acusado também é citada nas investigações. A mulher teria financiado parte da despesa eleitoral do prefeito morto. “Ele [Katsumi] estava descontente com o modo que o Francisco [Chico Pernambuco] estava gerindo na prefeitura. O Katsumi queria uma Secretaria em troca do financiamento da campanha feito pela tia dele”, revela, a delegada.

Até o fechamento desta reportagem Katsumi Yuji Ikenohuchi Lema continuava foragido.

Fonte - NewsRondônia

Comentários

News Polícia

Editoria de Cultura

Editoria Geral

Siga-nos:

POLÍTICA PRIVACIDADE

Todos os direitos reservados. © News Rondônia - 2020.