Sabado, 02 de Maio de 2020 - 16:17 (Colaboradores)

L
LIVRE

HACKER INVADE BANCO DE DADOS DE CLIENTES DA ENERGISA E PEDE MILHÕES DE REAIS PARA DEVOLVER

“O sistema está fora de controle da Energisa. Não conseguem visualizar histórico, pagamento, nada. A Energisa está cega”.


Imprimir página

O hacker responsável por tirar o sistema do Grupo Energisa do ar, pede que a concessionária transfira uma quantidade milionária para devolver o banco de dados. A invasão iniciou na madrugada da última quarta-feira (29) e afeta o sistema operacional da empresa em Mato Grosso e nos demais Estados.

Uma fonte revelou a reportagem nesta sexta-feira (1) que, devido ao ataque cibernético, os funcionários não conseguem ter acesso as informações básicas dos clientes. “O sistema está fora de controle da Energisa. Não conseguem visualizar histórico, pagamento, nada. A Energisa está cega”.

Com o problema, o site também ficou fora do ar alertando ao “problema técnico”. Já outros canais de atendimento, como o aplicativo Gisa passa por instabilidades.

Ainda segundo as informações, o criminoso pede uma “quantia em milhões” para devolver a estabilidade das tecnologias. Contudo, a empresa até o momento não fechou nenhum acordo sobre o pagamento e tenta recuperar os dados através de um backup que deve demorar 3 dias.

O suspeito seria um hacker dos Estados Unidos que já teria praticado o mesmo crime contra outras concessionárias de energia elétrica.

Em nota, a Energisa informou que o fornecimento de energia e os dados dos clientes foram preservados. “Informamos que estamos com problemas técnicos nos nossos servidores e, com isso, os sistemas de atendimento ao cliente estão temporariamente indisponíveis”, diz.

NOTA

Informamos que estamos com problemas técnicos nos nossos servidores e, com isso, os sistemas de atendimento ao cliente estão temporariamente indisponíveis. Estamos atuando em esquema de contingência e já com o nosso time de Tecnologia da Informação (TI) trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível. Reforçamos que estamos à disposição com foco apenas nos serviços emergenciais, como falta de energia, pelo nosso call center (0800) e pela Gisa, nossa atendente virtual no WhatsApp. Pedimos desculpas pelo transtorno e esperamos normalizar nossas operações em breve. Agradecemos a compreensão.

Fonte: Carlos Caldeira - NewsRondônia

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias