Sexta-Feira, 08 de Maio de 2020 - 11:07 (Cidades)

L
LIVRE

GUARDA MIRIM DE PORTO VELHO É CONTEMPLADA COM CESTAS BÁSICAS DA CAMPANHA SOS.RO

A instituição leva aos pequeninos alguns conhecimentos como ética, civismo, hierarquia, disciplina e cidadania.


Imprimir página

A Associação Educacional Guarda Mirim Resgatando Guerreiros recebeu 60 cestas básicas arrecadadas pela Campanha "SOS.RO: Juntos, somos mais fortes!", o projeto é desenvolvido no bairro Ulisses Guimarães, na Zona Leste de Porto Velho, onde atende a mais de 80 crianças, da faixa etária entre 10 até 15 anos, tendo acompanhamento dos voluntários até os 17. A instituição leva aos pequeninos alguns conhecimentos como ética, civismo, hierarquia, disciplina e cidadania.

A Guarda Mirim é executada em Porto Velho desde julho de 2017, com a iniciativa do coordenador Didersom Gimas Barros, que obteve a autorização para o funcionamento após a aprovação da Lei municipal nº. 2.429. A legislação instituiu a Guarda Mirim no âmbito do Município de Porto velho como um programa de responsabilidade de proteção social destinado às crianças e adolescentes assegurando-lhes o atendimento a educação, cultura, alimentação e orientação, garantindo o desenvolvimento físico, psíquico e a integração ao convívio social, bem como na orientação às família sobre a importância da participação neste processo. A ação social assegura ainda os direitos fundamentais dessas crianças e adolescentes, fortalecendo sua autoestima, restabelecendo o direito a convivência familiar e comunitária e promovendo condições dignas de vida.

A coordenadora pedagógica da Associação Educacional Guarda Mirim, Maria Juslley Furtado Silva Barros, acredita que, "essa ação, representa a oportunidade de atendermos quem realmente precisa, trazendo a eles um alivio, em meio a toda a dificuldade que o nosso mundo está vivendo, sabendo que muitas pessoas, enfrentam o desemprego e para aqueles que são autônomos, enfrentam a dificuldade de trabalhar para ganhar o pão de cada dia, estamos orgulhosos em poder fazer parte dessa ação e ter essa parceria com um órgão de tão grande valor para nosso Estado e que sem duvida alguma está ajudando muitas pessoas", examina a voluntária.

A associação também oferece serviços de orientação e aconselhamento para crianças e adolescentes em risco e vulnerabilidade social, tendo em vista o grande número de criminalidade que assola os Bairros da Zona leste. "As crianças passam por várias etapas de atividades dentro do projeto, primeiro com a formação e capacitação, através de matérias curriculares e tem como comandante um policial militar, juntamente com o corpo docente que trabalha com as disciplinas como Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Educação de Trânsito, Educação Ambiental, Noções de Direito e todos os conhecimentos básicos militares. Após toda essa formação, as crianças passam por uma base de selva, que dá fim a primeira etapa", explica o coordenador do projeto Didersom Gimas Barros.

O projeto da Guarda Mirim também tem o apoio da Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas (Vepema), que disponibiliza recursos das verbas prestação pecuniária das medidas alternativas para a aquisição de fardamento militar para que as crianças iniciem a capacitação profissional, tendo o acesso a cursos profissionalizantes.

A Associação Resgatando Guerreiros é uma instituição sem fins lucrativos, tendo o projeto da Guarda Mirim executado pela associação. Enquanto que a campanha "SOS.RO: Juntos, somos mais fortes!" é uma idealização da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron), Associação dos Membros do Ministério Público (Ampro), Associação dos Membros da Defensoria Pública (Amdepro) e Tribunal de Contas do Estado de Rondônia e tem o apoio de 44 instituições, entre ONGs, empresas e órgãos públicos.

Fonte: 015 - Assessoria

Noticias relacionadas

Comentários

Veja também

Outras notícias + mais notícias